17/01/2020 às 14h59min - Atualizada em 17/01/2020 às 14h59min

Chuva chega à Austrália e apaga ao menos 32 incêndios

Segundo a previsão do tempo local, as chuvas se estenderão até este fim de semana

ANDA
Foto: Divulgação
Chuvas finalmente foram registradas em vários pontos da Austrália e dão ânimo e esperança para por fim aos trágicos incêndios que dominam o país desde setembro de 2019 e já causaram a morte de bilhões de animais e pelo menos 28 pessoas.

Segundo informações de agências meteorológicas locais, felizmente, os maiores índices de pluviosidade estão centralizados no estado de Nova Gales do Sul, onde estão os principais e mais fortes incêndios. Estima-se que 32 focos de incêndio tenham sido apagados.

Uma publicação feita pelo Serviço de Bombeiros Rurais de Nova Gales do Sul (NSW RFS, na sigla em inglês) afirma que a chuva é um alívio para todos e reforça que mesmo que as precipitações não sejam o suficiente para dar fim aos incêndios, ajudará e muito.

Além das palavras de otimismo, os bombeiros também compartilharam a imagem de uma pequena folha brotando molhada pela chuva. “Se você foi afetado pelo incêndio, saiba que há ajuda. Tome cuidado e cuide-se também”, diz parte da legenda.

Os incêndios que assolaram o país são derivados de um fenômeno natural que foi agravado por um longo período de seca desde a primavera. Especialistas apontam que o aquecimento global é uma questão central para entender a tragédia.

Segundo a previsão do tempo local, as chuvas se estenderão até este fim de semana, mas o perigo não passou, fevereiro e março são os meses de maior calor e autoridades e população temem que os incêndios ganhem novas forças.

Entenda

Desde de setembro de 2019 a Austrália vive um dos seus cenários mais catastróficos. A costa Leste do país está sendo tomada por incêndios violentos que estão reduzindo gigantescas áreas a cinzas.

Até agora cerca de 25 pessoas morreram, incluindo três bombeiros voluntários. Cerca de 4,8 milhões de hectares, uma região que corresponde a mais que todo o estado do Rio de Janeiro, foi dizimada pelas chamas.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »