20/05/2022 às 20h04min - Atualizada em 20/05/2022 às 20h04min

SP abre calendário das Audiências Públicas Regionais do Orçamento de 2023

A partir de 24 de maio, população já poderá contribuir com sugestões de investimentos para as necessidades da sua região do Estado

Governo do Estado de São Paulo
O Governo de São Paulo abre neste mês o calendário das Audiências Públicas Regionais para a construção do Orçamento do Estado de 2023. Nesta fase do processo orçamentário, a colaboração do cidadão permitirá a identificação das demandas prioritárias para cada uma das Regiões Metropolitanas, Administrativas e Aglomerados Urbanos do Estado.

Ao todo serão 18 reuniões virtuais que começarão a partir do dia 24 de maio para o Aglomerado Urbano de Franca e a Região Administrativa de Barretos e serão organizadas pela Secretaria de Orçamento e Gestão em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional, atendendo à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Trata-se de uma oportunidade para a comunidade contribuir, de maneira efetiva, na construção de um orçamento mais próximo de sua realidade. As demandas coletadas nas audiências serão encaminhadas aos órgãos setoriais, com o objetivo de compatibilizá-las com os Programas Orçamentários, subsidiando a elaboração da LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2023.

Qualquer cidadão paulista ou residente no Estado pode participar das audiências públicas do orçamento pelos sites Audiências do Orçamento e da Secretaria de Orçamento e Gestão, onde serão também publicadas a metodologia que orientará a realização das Audiências Públicas Regionais Virtuais.

Lei Orçamentária Anual

Em continuidade ao processo de planejamento governamental e ainda visando subsidiar a elaboração do Projeto de Lei da LOA, o Governo de São Paulo abre à participação popular a Audiência Pública Eletrônica para a construção do Orçamento Estadual para o exercício de 2023.

De 23 de maio a 15 de junho, , o cidadão pode acessar os sites Audiências do Orçamento e da Secretaria de Orçamento e Gestão e incluir quais ações são consideradas mais relevantes para o desenvolvimento socioeconômico do Estado de São Paulo.

A LOA estima as receitas e fixa as despesas do Governo que são associadas aos programas definidos no PPA (Plano Plurianual) e a suas respectivas ações e metas especificadas na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) daquele ano. 

Diretrizes Orçamentárias

No último dia 30, o Governo de SP enviou para a Alesp projeto de lei das Diretrizes Orçamentárias de 2023, documento que engloba as metas e prioridades da administração pública estadual e regras referentes à elaboração da LOA.

O PL considerou também as estratégias de preparação do PPA de São Paulo relativo aos anos de 2020 a 2023, de acordo com a Lei nº 17.262/2020, além de indicações de alteração da legislação tributária, da política de aplicação dos recursos pelas agências financeiras oficiais de fomento, da gestão da dívida pública e da captação de recursos por órgãos estaduais.

Participação do cidadão

A Audiência Pública Eletrônica do Processo Orçamentário do Estado de São Paulo de 2023, realizada entre 04 e 14 de abril deste ano, gerou mais de 750 votos. Foram 320 cidadãos paulistas ou residentes no Estado que, por meio do sistema de votação disponibilizado no site Audiências do Orçamento, tiveram a oportunidade de sugerir ações de investimentos.

As Audiências Públicas são importantes instrumentos legais previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal e na Lei de Diretrizes Orçamentárias para estimular a participação dos cidadãos e garantir a transparência na elaboração do Plano Plurianual, da Lei de Diretrizes Orçamentárias e da Lei Orçamentária Anual.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »