05/04/2018 às 11h01min - Atualizada em 05/04/2018 às 11h01min

Aldeia em Taiwan é o lar de mais de 200 gatos abandonados

Apesar do grande número de gatos, a população local cuida e respeita o espaço dos animais.

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais
Foto: Divulgação
Uma aldeia de mineradores chamada Houtong, em Taiwan, chama a atenção por ser o lar de centenas de gatos. Ela foi fundada por Jian Peiling e abriga uma incrível e famosa superpopulação destes animais e atrai turistas curiosos e voluntários preocupados com os cuidados e bem-estar dos gatos.

Em 2008, a cuidadora local de gatos, Peggy Chien, começou a publicar fotos dos esforços da aldeia para cuidar de gatos desabrigados na internet e, desde então, mais animais passaram a morar na aldeia. A vila tornou-se um abrigo para mais de 200 gatos e um ponto turístico repleto de lojas, cafés e restaurantes.



Atualmente, a população de gatos da aldeia é o dobro da população humana, com milhões de pessoas que visitam por ano para vir e ver os gatos. Apesar do local simples em que vivem, a população da aldeia não maltrata os animais, eles reconhecem que o espaço também são dos gatos e trabalham para uma convivência pacifica.

Os gatos são cuidados por organizações de bem-estar animal.

Os gatos são cuidados por organizações de bem-estar animal.



A região também possui placas de sinalização para que os motoristas respeitem o espaço dos animais. Apesar de serem classificados como gatos selvagens, todos são bem-humorados e mansos, eles também são bem cuidados. As pessoas se oferecem para ajudar nas necessidades veterinárias, incluindo vacinação, castração e vermifugação.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »