18/11/2020 às 10h49min - Atualizada em 18/11/2020 às 10h49min

Profissionais mais procurados na pandemia: saiba quais áreas tiveram mais demanda

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
A maioria dos profissionais do mercado viu sua carreira definhar em meio à pandemia. Aliás, os bancários e trabalhadores de restaurantes foram os mais afetados. Porém, indo na contramão dessa tendência, algumas profissões foram bastante requisitadas.

Como era de se imaginar, o pessoal da área médica representou a maior demanda. De fato, a causa da crise foi uma doença, fato este que coloca a medicina como ponto central da solução.

No entanto, não foram apenas os agentes de saúde que sofreram aumento de demanda: quem trabalha com logística também garantiu um bom emprego. A razão disso é que a maioria das empresas precisou implementar melhores técnicas de logística, o que fez surgir essa demanda.

Outro profissional bastante requisitado foi o motoboy. Embora pareça simples entregar comida pela cidade em uma moto, são poucos os que desempenham bem essa atividade. Profissionais experientes viram seus salários aumentar junto com a demanda de trabalho.

Por último, mas não menos importante, temos o pessoal do telemarketing e do TI. Como a maioria das pessoas ficou em casa, os serviços de telefonia e internet sofreram uma grande demanda. Além disso, as ligações de telemarketing foram bastante oportunas durante a pandemia. Afinal de contas, estava todo mundo em casa mesmo!

Utilizados dados do Glassdoor para produzir este artigo.

Veja mais detalhes!
 

Profissionais da área médica

A área da saúde é à prova de crises. Até mesmo no Brasil, um país conhecido por sua instabilidade e crises recorrentes, as profissões da saúde saem ilesas.
Os médicos foram os mais procurados durante a pandemia. No entanto, enfermeiros e técnicos de enfermagem também foram requisitados. Com certeza são três ótimas profissões para seguir carreira no Brasil.

Além disso, os farmacêuticos entraram em cena também. Uma das razões disso foi a enorme demanda por medicamentos que ocorreu por aqui.

Embora seja uma distorção na quantidade de vagas de emprego, com certeza quem conquistou uma vaga não vai perdê-la tão cedo. Todas essas áreas serão vitais no pós-pandemia — ou em uma segunda onda da doença, caso venha a ocorrer.
 

Especialistas em logística

De repente os consumidores pararam de ir até às lojas. Os produtos ficaram estocados e só restava uma coisa a ser feita: vender pela internet.

Porém, até mesmo essa opção começou a apresentar problemas. Foram muitas operações online ocorrendo ao mesmo tempo, e algumas empresas não estavam preparadas para isso.

Aliás, muitas marcas foram pegas de surpresa — e nem sequer tinham uma área focada em logística. Foi aí que a demanda por profissionais da área de logística aumentou bastante.

Auxiliares, técnicos e especialistas em logística foram contratados às pressas. Algo que também ajudou na abertura de novas vagas em logística foi o surgimento de vários e-commerces.

Assim como as vagas na área da saúde, certamente os profissionais de logísticas serão muito requisitados no pós-pandemia.
 

Entregadores, motoristas e motoboys

Quando as lojas ficaram impedidas de receber clientes, os aplicativos de entrega brilharam. De fato, muitos restaurantes não contavam com entregadores próprios, e por isso aplicativos como iFood e Uber Eats fizeram tanto sucesso.

Além disso, a grande quantidade de novas vagas também foi impulsionada pelas demissões em massa. Várias empresas fecharam as portas durante a pandemia, o que causou um número alarmante de desempregados no país. A grande maioria dessas pessoas viram nos aplicativos uma forma de sustento.

Outra área bastante privilegiada durante a pandemia foi a de motorista de caminhão. Por causa das enormes operações de entrega, vários motoristas foram contratados durante a crise.

Ao contrário dos profissionais anteriores, é provável que exista uma distorção grande nesse número de vagas. Dessa forma, quando tudo se normalizar, pode ser que postos de trabalho sejam fechados.
 

Profissionais de TI

Os profissionais de TI também foram beneficiados no que diz respeito a emprego durante a pandemia. Algumas empresas ainda não tinham estrutura para acomodar o trabalho home office. Dessa forma, ocorreram muitas contratações de profissionais de TI para auxiliar nessa tarefa.

Além disso, empresas de internet e telefonia sofreram uma demanda enorme durante a pandemia. Para evitar problemas de qualidade no serviço prestado, vários postos para especialistas em TI foram abertos.

Outro ponto importante diz respeito aos sites de e-commerce. A quantidade de sites dessa natureza aumentou bastante, o que também permitiu mais vagas na área de TI. No site Portal Emprega existem dicas valiosas para quem quer uma vaga em TI.
 

Atendimento e telemarketing

Por fim, os profissionais de comunicação, atendimento e telemarketing foram muito requisitados. Aliás, vagas relacionadas a atendimento ao cliente surgiram de monte durante a pandemia.

A razão disso está no surgimento de e-commerces. Como foi dito em um tópico anterior, muitas marcas entraram de vez na internet durante a pandemia. No entanto, uma loja virtual de qualidade requer muitas estruturas diferentes, e o SAC é uma delas.

Agências de cobrança, propagandas e as próprias empresas atuaram pesado através do telemarketing. Por isso vimos postos de trabalho para essa área surgindo na quarentena.

E você aí, faz parte de um dos grupos de profissionais requisitados durante a pandemia?
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »