21/05/2020 às 15h45min - Atualizada em 21/05/2020 às 15h45min

Profissões em alta no mercado de tecnologia

Assessoria de Imprensa, Naves Coelho
Foto: Divulgação

Podemos notar no mercado de contratação, a alta demanda por profissionais com expertise em marketing digital. A área de atuação tem o crescimento médio de 122%, se compararmos os dados entre 2015 e 2019. Os profissionais antenados com esta área são bem quistos por empresas de variados portes e setores, pois utilizam os meios digitais para dar visibilidade a seus produtos, conquistar novos clientes e aumentar a rede de relacionamentos.

É notório também, o crescimento da procura por profissionais especializados em inteligência artificial. A demanda por trabalhadores da área apresenta um aumento de 73% a cada ano. Estes profissionais atuam na criação de sistemas inteligentes e no desenvolvimento de softwares que auxiliam na resolução de problemas.

Condutores de processos robotizados são fundamentais quando pensamos no mundo das empresas 4.0. Tais profissionais desempenham a fabricação e montagem de veículos automotores, máquinas vinculadas à saúde e equipamentos para a comunicação, além de estarem presentes em diversos setores de nossa economia.

Com o auxílio da tecnologia, tudo fica mais prático. Uma infinidade de serviços se tornam viáveis! É quase impossível imaginar a sociedade moderna se privando de seus smartphones, que facilitam a mobilidade urbana, o mercado de delivery e bens de consumo.

Meios tecnológicos utilizados para o trabalho e também para a diversão, que ainda serão criados ou se tornarão tendências no futuro, estão nas mãos de quem se capacita e busca agregar valor à sua formação.

Quando falamos sobre mundo digital e tecnologia, não podemos esquecer da importância da atuação dos desenvolvedores de “front” e “back-end”. O desenvolvedor “front-end” é ligado à interface que é visualizada pelo usuário, seja ela um site, um programa de computador ou aplicativo. E sempre tem a intenção de fornecer a melhor experiência em sua plataforma para o usuário final. Por outro lado, o desenvolvedor “back-end” lida com todo o processo que proporciona a aplicação. Essa é a parte que o usuário não vê, desde a persistência de dados, a segurança da informação e a performance.

Os profissionais serão substituídos pela tecnologia e seus encargos?

A tecnologia não substituirá os profissionais, mas vai impactar diretamente na forma com que os mesmos buscam por vagas de empregos e na condução de tarefas específicas, que irão ajudar no desenvolvimento de rotinas cotidianas e que demandam movimentos mecânicos ou repetitivos. Em qualquer processo ou função regidos por dados matemáticos, as máquinas irão se sobressair quando comparadas ao homem.

No entanto, existem habilidades que o maquinário não possui, ao menos por enquanto, como por exemplo, a reprodução de sentimentos, o estabelecimento de relações sociais e várias outras aptidões humanas. Para se preparar para as mudanças advindas do mundo tecnológico, as pessoas terão de aprender e adquirir conhecimentos em tempo real, na medida em que novas indústrias são criadas e novas competências solicitadas.

O que você tem feito para se atualizar em tempos de isolamento social? O tempo demanda o afastamento de aglomerações e de seus problemas, não das oportunidades de crescimento profissional ou pessoal. Este é um momento de aprender!
Caio Andrade, head de operações e headhunter na Upside Group
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »