22/11/2018 às 16h28min - Atualizada em 22/11/2018 às 16h28min

Trabalhadores da Destilaria Córrego Azul paralisam atividades e acionam sindicato

Fábio ishizawa
Assessoria de Imprensa, FXP
Destilaria corrego azul em reuniao. ( Foto: Divulgação)
Cerca de 50 trabalhadores da Destilaria Córrego Azul, em Promissão, cruzaram os braços nesta quinta-feira e acionaram o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Araçatuba e Região (Aiment-Ata), para intervir em uma série de questões, desde o atraso no pagamento até falta de benefícios como participação de lucros e resultados e cesta básica.

Na manhã desta quinta-feira a diretoria do Alimenta-Ata esteve na subsede de Promissão para se reunir com os trabalhadores e ouvir as demandas. A reunião contou com a presença do diretor do Aliment-Ata, Edson Ferreira, do advogado Alex Donini Silveira e da presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Neusa Tomas de Santana.

No período da tarde o Departamento Jurídico do Aliment-Ata começou a fazer as orientaçãoes e cuidar da documentação oficializando o estado de greve dos trabalhadores, que envolvem funcionários da indústria e também os trabalhadores rurais.

O diretor, Edson Ferreira, explica que além da falta de pagamento e de outros benefícios, como recolhimento do FGTS e Previdência, os trabalhadores levaram uma série de questões que mostram irregularidades, além de denunciarem condições muito críticas de trabalho dentro da empresa. O Sindicato vai apurar as denúncias dos funcionários e dar um amparo legal nos casos que ficarem comprovados.

O Aliment-Ata já acionou o Ministério Público do Trabalho em Bauru para realização de uma mesa redonda com a direção da Destilaria para tentar solucionar o problema destes trabalhadores.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »