21/01/2022 às 15h56min - Atualizada em 21/01/2022 às 15h56min

MAIS UM CASO DE DESPREZO E MALDADE CONTRA ANIMAIS

Crueldade contra búfalos em Brotas, SP

Foto: Divulgação
Embora a mídia de uma forma geral já tenha divulgado o fato amplamente e com riqueza de detalhes, não posso deixar de me manifestar sobre a crueldade humana contra animais.  Todos os dias, infelizmente, temos notícias de animais desprezados, abandonados, maltratados e, mesmo com legislação proibitiva, os avanços e progresso ainda são incipientes.  Insisto e sempre insistirei: somente educando nas escolas, poremos fim, um dia, à insanidade, aos maus-tratos de animais por parte de pessoas insensíveis, desprovidas de sentimento elevado e respeito à vida em amplo espectro. 

Foto Divulgação 
Hoje, dedico algumas palavras às infelizes búfalas que foram abandonadas por um sujeito (não posso chamá-lo de tutor), mas, fazendeiro e responsável por esses mamíferos que, simplesmente, abandonou-as, deixando-as  à míngua, sem o que comer e sem água para beber.   Num total de 1000 animais, 200 morreram de fome. Nome da fazenda: Água Sumida. Há relatos de pessoas próximas e que estiveram no local, afirmando que as búfalas estavam tentando se alimentar de cascas das árvores. O sujeito cruel e proprietário da fazenda, não se preocupou com isso.  Muitas dessas búfalas estavam prenhas, vejam o tamanho da maldade desse indivíduo cruel, desalmado e desumano.

Foto Divulgação 
A área da fazenda onde estavam os animais não possuía vegetação e ausência total de água.  Às vezes, me pergunto: a humanidade é realmente superior aos animais?  Será que Deus está satisfeito com o que Ele vê no dia a dia?  A humanidade realmente deu certo?  Será?
Desde os primórdios dos tempos há pessoas más, cruéis, que não evoluíram e levam sofrimento aos seus semelhantes ou aos animais.  Sempre foi assim!
É uma covardia maltratar animais, pois eles são indefesos.  Uma pessoa dessa estirpe deveria ser preso, condenado, pelo menos, a 20 anos. Mas, não é assim!

Esse indivíduo realmente chegou a ser preso, mas, pagou fiança de 10 mil reais e está solto. Parece que o crime compensa no Brasil.  O cinismo e a indiferença do sujeito fez com que ele dissesse o seguinte absurdo: " quando morrer, morreu"!

Vejam, a que ponto chegamos!
Criava os animais para obter lucros alarmantes, mesmo os mesmos em péssimas condições.

A ONG ARA - amor e respeito aos animais tutelou essas infelizes búfalas, sendo, agora, responsável pelo tratamento das mesmas, alimentando-as, inclusive, tratando de doenças por causa desse infrator irresponsável.  Ele deveria perder a posse da fazenda e dos animais.  O que ele fez, não pode passar incólume.

Foto Divulgação
DEFESA DOS ANIMAIS - OAB NACIONAL

Acredito, sinceramente, que a CPDA/OAB, no âmbito nacional, tomará as devidas providências na defesa desses animais.  É dever e não favor!

Foto Divulgação
Conheço bem o presidente dessa comissão, inclusive, fui consultor da CPDA/OAB, seccional RJ, também presidida pelo ilustre advogado Reynaldo Velloso e tenho certeza que ele tomará as providências cabíveis e judiciais.  Esse proprietário dos animais, perdendo definitivamente a posse deles, além de ser punido rigorosamente à luz das leis vigentes na proteção animal, no caso, lei federal 9605/98 - artigo 32.
A gente não pode se acostumar com a crueldade animal.  Tem que ter um fim!

Peço a Deus que ilumine parlamentares na condução do alusivo assunto, criando lei federal para por fim à crueldade dos animais.   Nos EUA, um crime dessa envergadura, o criminoso é condenado a 14 anos de reclusão.   É muito difícil conviver com tanta insanidade, maldade, crueldade contra os animais que são verdadeiras serventias dos seres humanos e sofrem demais.  Se o país é cristão, o que acredito, precisa haver misericórdia para com eles.  Chega de atenuantes; chega de hipocrisia; chega de sofrimento dos animais. 
- Tenho dito!

"Onde tiveres o teu tesouro, ali estará teu coração"
 Mateus 6:21
Link
Gilberto Pinheiro

Gilberto Pinheiro

Amigos dos animais. Somos o coração, a alma, a voz dos animais. Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil.

Tags »
Leia Também »
Comentários »