06/09/2018 às 15h01min - Atualizada em 06/09/2018 às 15h01min

Teatro Popular União e Olho Vivo recebe Dolores Boca Aberta em sua sede no Bom Retiro

Com 52 anos de história, o Teatro Popular União e Olho Vivo abre as portas de sua sede para receber importantes grupos da cena teatral de São Paulo. No mês de setembro, o grupo Dolores Boca Aberta apresenta Narrativas da Cozinha, que convida o público a uma reflexão política sobre o ato de comer.

Luciana Gandelini
Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
União e Olho Vivo recebe apresentação gratuita de Narrativas da Cozinha com o grupo Dolores Boca Aberta
 
No dia 15 de setembro, às 19h00, o Teatro Popular União e Olho Vivo – também conhecido como TUOV – abre as portas de sua sede, localizada no Bairro Bom Retiro, para receber o grupo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes. O grupo apresentará o espetáculo Narrativas da Cozinha que propõe uma reflexão política sobre o ato de comer.

O grupo Dolores Boca Aberta leva para a sede do TUOV uma peça ambientada num restaurante-cozinha-cenário, onde mesas são dispostas para o público, num jogo de aproximação e distanciamento, permeados por narrativas e canções. 

O universo da cozinha expande seus limites boca adentro e devora a distância entre atores e público quando todos são convidados para, em mutirão, confraternizar na cozinha caipira, saboreando o fazer e o comer em coletivo.  

A apresentação do grupo Dolores Boca Aberta faz parte da programação de uma grande Ocupação Artística na sede do TUOV que começou em maio e já recebeu apresentações da Trupe Lona Preta, Companhia Antropofágica de Teatro, Companhia Estudo de Cena e vai receber ainda a Companhia do Latão.  

Em seu novo projeto – TUOV 52 – Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba, contemplado na 31ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para Cidade de São Paulo, Teatro Popular União e Olho Vivo busca por fomentar a ocupação teatral de sua sede, ampliando as possibilidades de acesso à cultura na região. A população é convidada a cada mês, a conhecer o trabalho de um grupo diferente que apresentará obras que dialogam com a temática do novo espetáculo do TUOV, atualmente em processo de criação e com estreia prevista para o segundo semestre de 2018.


Com o projeto TUOV 52, o grupo se prepara para realizar uma série de ações, entre elas a estreia de um novo espetáculo chamado "Bom Retiro Meu Amor Ópera Samba", feito em homenagem ao bairro que o acolhe desde 1982, o Bairro Bom Retiro, seguindo com a trajetória de resistência e luta por um teatro pensado e destinado à população residente não apenas nas periferias, mas em toda a cidade.

Sobre o TUOV – Teatro Popular União e Olho Vivo

Segundo Augusto Boal, o TUOV é um dos mais importantes coletivos de teatro popular das Américas e do mundo. São 52 anos, trocando experiências com as comunidades populares e grupos de teatro para dar seguimento a um processo que representa parte da história do teatro realizado na cidade de São Paulo.

O TUOV – Teatro Popular União e Olho Vivo surgiu em 27 de fevereiro de 1966 e, no auge de seus 52 anos de resistência, possui em sua formação membros presentes desde a fundação como Neriney Moreira e Idibal Pivetta (nome verdadeiro do diretor da companhia, César Vieira). Além de diretor do grupo, Idibal é advogado e exerceu intensa militância no período da ditadura, engajando-se pela liberdade de perseguidos políticos e pela memória dos desaparecidos do regime militar. Esta importante luta confunde-se com a própria existência e trajetória do TUOV.

Nessas mais de cinco décadas, o grupo desenvolveu um trabalho reconhecido nacional e internacionalmente. Fez parte de sua história apresentando-se gratuitamente em bairros populares da grande São Paulo, em ruas, praças, escolas, igrejas, casas paroquiais, clubes esportivos de várzea, e na própria sede. Já sua carreira internacional vai desde os esforços pela interligação latino-americana de grupos teatrais até a repercussão das montagens e dos roteiros em países como França, Itália, Polônia, Portugal, Peru, Bolívia, Egito, Panamá, Nicarágua e Angola.

O TUOV percorreu, em temporadas, mais de 20 países na América, Europa e África e recebeu os mais importantes prêmios teatrais, tais como: Ollantay (Caracas, Venezuela), Casa das Américas (Havana, Cuba), Festival Mundial de Teatro (Cairo, Egito), Festival Internacional de Teatro (Nanci, França); OAB do Brasil; Shell do Brasil e dezenas de outros.

Um grupo que já foi visto por mais de 4 milhões de pessoas ao redor do mundo e que agora abre as portas da sua sede mais uma vez para receber o público, ampliar e fortalecer as ações de sua sede.

Teatro Popular União e Olho Vivo recebe o grupo Dolores Boca Aberta

Espetáculo: Narrativas da Cozinha
Quando: 15 de setembro de 2018 - Sábado - Horário: 19h00
Sinopse: Somos o que comemos – a cozinha, onde tudo acontece, é um lugar em disputa: indústrias, prazeres, comércios, pão de ló, café com histórias, política, farmácias, envenenamentos, panelas de barro com doce de leite, pão de queijo, espetacularização midiática. A necessidade do alimento é convertida em necessidade de consumo. Interesses econômicos de grandes grupos capitalistas transformam estes alimentos em jogos lucrativos.

O que colocamos em nossa mesa? 
O que nos é oferecido em abundância?
Quem produz? Por que produz? Que cozinha queremos?

Comer é um ato político! Duração: 70 minutos - Entrada Gratuita


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »