12/12/2018 às 15h14min - Atualizada em 12/12/2018 às 15h14min

Dupla franco-brasileira radicada no Rio de Janeiro encena espetáculo dia 13 em Birigui

Universo da Cia Dos à Deux traz ao Sesc Birigui o espetáculo Gritos, vencedor dos prêmios APTR, Cesgranrio, Questão de Crítica e Shell

Bruna Oliveira Martins
Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Radicados na França na década de 90, o paulistano André Curti e o angolano criado no Rio de Janeiro Artur Luanda Ribeiro fundaram a companhia Dos à Deux há dezenove anos e, desde lá, montam espetáculos em que as imagens e os gestos substituem as palavras. Gritos é uma dessas produções e será encenada dia 13, quinta, às 20h, no Teatro do Sesc Birigui. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados a partir de 1 hora antes do início da apresentação. Além do espetáculo, será possível participar de uma oficina com a dupla intitulada Treinamento Gestual nos dias 11 e 12, terça e quarta, das 13h30 às 18h30, no Teatro do Sesc e tem entrada gratuita.
 
Com concepção, dramaturgia, cenografia e direção de André Curti e Artur Luanda Ribeiro, a premiada montagem da Cia. Dos à Deux é formada por três poemas gestuais metafóricos criados a partir de um tema: o amor. Gritos estreou em novembro de 2016, no CCBB Rio e depois seguiu em turnê para as unidades do CCBB em São Paulo, Brasília e Belo Horizonte. 
 
Em uma atmosfera onírica, os três poemas que compõem Gritos são revelados por meio de uma partitura gestual sutil e minuciosa. Inspirada em temas da atualidade, a dramaturgia foi criada durante o processo de pesquisa e de criação artística. As pessoas invisíveis na sociedade, o preconceito, o desprezo, os refugiados a guerra e o amor permeiam os três poemas gestuais os três gritos.
 
Há anos trabalhando com teatro gestual, a dupla experimenta, neste novo trabalho, a transformação de seus próprios corpos em bonecos de proporções humanas, como se estivessem refletidos no espelho. Com colaboração da marionetista russa Natacha Belova (responsável também pelos bonecos do espetáculo "Irmãos de sangue") e do brasileiro Bruno Dante, André e Artur tiveram partes dos seus corpos cabeça, mãos, pés e braços esculpidos com gesso e depois trabalhados em diferentes materiais. 
 
"Essa pesquisa, na fronteira entre artes plásticas, formas animadas, teatro e dança, nos fez ter uma nova sensação gestual que, até então, não havíamos experimentado. Um gestual potente, complexo e contido", explica Artur. "Ao longo da criação, na pesquisa de formas animadas, nós fomos dando vida ao invisível dos corpos, aos poucos. Como se a vida tivesse arrancado um pedaço desses personagens, nos obrigando a dar poesia e intenção a objetos que se tornaram corpos, e corpos que se tornaram objetos", explica André. 
 
A cenografia de Gritos é uma instalação plástica composta por estruturas de colchões de mola, que vão se transformando em objetos insólitos ao longo da peça. Em alguns momentos, os colchões formam labirintos de onde os personagens procuram uma saída. Em outros, um quarto para um encontro amoroso. Na pesquisa da Cia. Dos à Deux, a cenografia é mutável, com arquitetura servindo organicamente à dramaturgia à qual, assim como nas criações anteriores, a luz se funde, sublinhando os espaços cenográficos criados pela dupla. "Trabalhar a luz como um personagem sempre fez parte de nossa pesquisa", conta Artur. "Nosso universo é construído pensando num todo: luz, cenário, bonecos e dramaturgia caminham juntos", complementa André. 
 
Oficina

André Curti e Artur Luanda Ribeiro ministram nos dias 11 e 12, terça e quarta, das 13h30 às 18h30, a atividade O Treinamento Gestual. O curso explora, através da prática, técnicas gestuais concretas e múltiplas possibilidades gestuais através de partituras criadas pela Cia, trazendo ao artista a consciência da pluralidade e expressividade do seu corpo. O curso acontece na Sala Múltiplo Uso 1 e 2 e é grátis. As inscrições podem ser feitas pelo Portal Sesc. É necessária alguma iniciação no teatro, ser ator, bailarino ou performer.  A oficina é para aperfeiçoamento profissional visando suas capacidades motoras e treinamento para o corpo cênico. Portanto, é um treinamento para estudantes e profissionais da área.

SOBRE A CIA. DOS À DEUX 

Artur Luanda Ribeiro e André Curti se conheceram durante um festival em Paris, em 1997, e decidiram começar juntos uma pesquisa teatral e coreográfica, tendo como inspiração a obra Esperando Godot, de Samuel Beckett. Um ano mais tarde, em 1998, nascia o primeiro trabalho, "Dos à Deux", peça que deu nome à companhia e já foi apresentado em quase todos os países da Europa, além da África, América do Sul, Coréia do Sul e na Índia. 
 
Serviço:

Espetáculo Gritos
Dia 13, quinta, das 20h às 21h15.
No Teatro do Sesc Birigui.
Entrada gratuita. Retirada de ingressos a partir de 1 hora antes do início do espetáculo.
 
Oficina O Treinamento Gestual
Com André Curti e Artur Luanda Ribeiro
Dias 11 e 12, terça e quarta, das 13h30 às 18h30.
Sala Múltiplo Uso 1 e 2 do Sesc Birigui.
Grátis. Inscrições pelo Portal Sesc.
Necessária alguma iniciação no teatro, ser ator, bailarino ou performer. A oficina é para aperfeiçoamento profissional visando suas capacidades motoras e treinamento para o corpo cênico. Portanto, é um treinamento para estudantes e profissionais da área.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »