18/05/2022 às 17h19min - Atualizada em 18/05/2022 às 17h19min

Birigui teve passeata contra abuso e exploração sexual infantil pelas ruas do Centro

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Uma passeata que percorreu as principais ruas do Centro marcou o Dia Nacional de Combate ao abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, em Birigui. A ação teve a participação de alunos da Apae, do projeto Empreendedor Mirim, do Pró Criança e Bombeiro Mirim.

A passeata contou também com a presença da secretária de Assistência Social, Silvana Caetano Gomes Leal Milani, representantes do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do adolescente), do Conselho Tutelar e das entidades, com apoio da Secultur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) e Guarda Civil Municipal.

O grupo saiu da praça Governador Pedro de Toledo, levando faixas e cartazes, tendo um carro de som da Secultur à frente. Eles percorreram trechos das principais ruas do Centro até chegar na praça James Mellor, onde foram recepcionados pelo prefeito Leandro Maffeis, em frente ao antigo paço municipal.


A secretaria de Assistência Social, destacou os olhares atentos dos comerciantes, funcionários das lojas e do público que estava no comércio e que parou para ver o grupo passar. “Ações populares em datas marcantes como é o caso do 18 de maio, são importantes. Apesar da violência e o abuso contra a criança e adolescentes serem temas que devemos ter atenção no nosso dia a dia, devemos aproveitar momentos como este para atrair ainda mais os olhares da sociedade para a importância do enfrentamento da causa”, ressaltou.

O prefeito também fez questão de ressaltar que o mês apontado como “Maio Laranja” é uma oportunidade para falar sobre a violação de direitos da criança e do adolescente. “Todos merecem nossa atenção, mas nossas crianças precisam de cuidado e proteção em tempo integral. É de extrema importância alertar a sociedade sobre o enfrentamento da violência e exploração sexual contra nossas crianças e adolescentes”, completou.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »