11/10/2021 às 12h50min - Atualizada em 11/10/2021 às 12h50min

Associação Médica Brasileira cria novo órgão de atuação parlamentar

Segundo AMB, o Núcleo de Atuação Parlamentar não terá viés ideológico

Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo
A Associação Médica Brasileira (AMB) lança oficialmente o Núcleo de Atuação Parlamentar (NAP), que deve servir como ponte entre entidades médicas, senadores e deputados.

O novo órgão, entretanto, já opera há alguns meses, abrigado na Associação Médica de Brasília (AMBr). Segundo o presidente da AMB, César Eduardo Fernandes, uma assessoria parlamentar com equipe jurídica já se reúne com deputados e senadores.

“Não queremos nem teremos intermediários para conduzir ações junto aos deputados, à Frente Parlamentar. Não haverá contaminação qualquer, mantendo-nos sem viés político-ideológico e vacinados contra interesses outros”, escreveu Fernandes ao apresentar o NAP.

Com a criação do núcleo, as entidades filiadas à AMB – 27 federações nacionais e 54 sociedades de especialidades – têm agora à disposição duas entidades às quais podem aderir para se verem representadas junto ao Congresso Nacional. Até agora, esse papel era desempenhado exclusivamente pelo Instituto Brasil de Medicina (IBDM), criado em 2017.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »