19/06/2021 às 12h39min - Atualizada em 19/06/2021 às 12h39min

Três são presos pela Polícia Militar do BAEP, por tráfico e associação ao tráfico no bairro Aeroporto

AtaNews
Foto: BAEP
Um auxiliar geral de 25 anos, um desempregado de 23 e uma dona de casa de 23 anos foram presos pela Polícia Militar do BAEP (Batalhão de Ações Especiais da Polícia) na noite desta sexta-feira (19) em Araçatuba, por tráfico e associação ao tráfico de drogas na rua Francisco Félix Ferreira Neto, no bairro Aeroporto.

Segundo boletim de ocorrência, policiais realizavam patrulhamento quando avistaram um veículo Hyundai Tucson de cor prata, estacionado em frente à uma residência, sendo que o condutor ao notar a presença da viatura, demonstrou certo nervosismo.

Ao perceber que seria abordado, o indivíduo correu rapidamente para o interior do imóvel. 

Uma mulher que estava na casa, ainda tentou segurar o portão para que a PM não entrasse, porém sem êxito. 

Mediante força física moderada, os policiais conseguiram adentrar na residência. Em revista pessoal pelo auxiliar e pela dona de casa, nada de ilícito foi encontrado com eles. Já durante buscas pelo interior do veículo, se depararam com um tijolo de maconha.

Em seguida, a mulher indicou um quarto onde haviam mais entorpecente. A polícia se deslocou até o cômodo, onde localizou mais 129 tijolos de maconha envoltos em plástico filme, duas porções pequenas de drogas sintéticas, sendo uma MD e outra LSD, uma faca com resquícios de droga, uma balança de precisão eletrônica, um rolo de plástico filme, um caderno de anotações referente ao tráfico e a quantia de R$ 455 em dinheiro.

Em seguida, o desempregado chegou no local e se apresentou como marido da dona de casa. Segundo o casal, o auxiliar é proprietário dos entorpecentes e objetos encontrados. Ele teria pedido para o casal guardar e ganhariam um tijolo de maconha pelo favor.

Diante disso, o auxiliar assumiu propriedade das drogas e recebeu voz de prisão, sendo conduzido ao plantão policial por tráfico de drogas. A mulher e o desempregado também receberam voz de prisão por associação ao tráfico. Todos permanecem presos, à disposição da justiça.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »