27/11/2020 às 15h59min - Atualizada em 27/11/2020 às 15h59min

Promotoria vai apurar responsabilidades por acidente que matou 41 em Taguaí

Relação de consumo entre vítimas e dona de ônibus também é alvo de procedimento

MPSP
Foto: Divulgação
 

 

 
A Promotoria de Justiça de Itaí instaurou procedimento preparatório de inquérito civil para apurar eventuais responsabilidades pelo acidente ocorrido na rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, em Taguaí, nesta quarta-feira (25/11). A colisão entre um ônibus e um caminhão causou a morte de 41 pessoas.

Na portaria, a promotora Ana Laura Martins levou em consideração os fatos de que parte significativa das vítimas do acidente residiam ou residem em Itaí e que a empresa Star Fretamento e Locação, proprietária do ônibus, estaria operando sem autorização para o transporte de passageiros.

O procedimento se debruçará ainda sobre os indícios da presença de relação de consumo entre a Star Fretamento e Locação e as pessoas que se utilizavam diariamente do transporte para deslocamento ao local de trabalho. Diversas vítimas eram funcionárias da empresa Stattus Jeans e, no momento do acidente, estavam se dirigindo ao local.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »