20/03/2018 às 11h50min - Atualizada em 20/03/2018 às 11h50min

Pesquisa da Unesp descobre que música clássica tem efeitos positivos na recuperação cardíaca após atividades físicas

Assessoria de Imprensa
Clique aqui  e ouça a música. O que você ouviu é Canon, considerada uma das principais obras de Pachelbel, autor de renome mundial de músicas clássicas.

Você sabia que ouvir músicas desse tipo, após praticar atividades físicas, reduz o tempo de recuperação cardiorrespiratória em uma média de quinze minutos em relação a pessoas que não ouvem nada?

Essa é a conclusão da pesquisa do grupo coordenado pelo professor de anatomia e fisioterapia da Unesp de Marília, Vitor Engracia Valenti.

A frequência natural de batimentos cardíacos em pessoas ativas fisicamente fica abaixo dos 70 batimentos por minuto. De indivíduos normais a frequência gira em torno de 70 a 80 batimentos por minuto. Por fim, de pessoas com alguma doença cardiorrespiratória, a frequência é de mais de 100 batimentos por minuto.

Segundo o professor Vitor Engracia Valenti, certas regiões do cérebro humano são ativadas e causam sensações de relaxamento ao receber estímulos de músicas tranquilas.

47 alunos da Unesp de Presidente Prudente foram testados no estudo. Ainda de acordo com o professor responsável pela pesquisa, uma das principais conclusões do trabalho é de que as pessoas podem ter mais qualidade de vida.

Novos estudos deverão ser feitos pela equipe da Unesp para analisar outras possíveis consequências físicas nas pessoas que ouvem músicas.

Resultado de imagem para música clássica tem efeitos positivos na recuperação cardíaca após atividades físicas

Resultado de imagem para música clássica tem efeitos positivos na recuperação cardíaca após atividades físicas



 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »