28/04/2020 às 09h16min - Atualizada em 28/04/2020 às 09h16min

Plenário pede informações sobre leitos e equipamentos disponíveis para pacientes com coronavírus

Assessoria de Imprensa da Câmara
Foto: Angelo Cardoso
O Plenário aprovou, na 11ª sessão ordinária, realizada ontem (27/4), um requerimento de informações com questionamentos ao prefeito municipal, representantes da DRS II e à Provedoria da Santa Casa de Araçatuba sobre o número de leitos disponíveis e a quantidade de respiradores existentes para atender os pacientes com a covid-19.

A solicitação é de autoria da presidente do Legislativo, vereadora Tieza (PSDB). No pedido, a parlamentar quer saber qual a quantidade de leitos de UTIs e de leitos de internação clínica para atender exclusivamente pacientes com o novo coronavírus existem nas redes pública e privada, bem como quantos pertencem à Santa Casa de Araçatuba.

A quantidade de respiradores nas redes pública e privada do município para os pacientes com a covid-19 e quantos desses equipamentos a Santa Casa possui e onde são utilizados também são questões do requerimento.

PLANO DE CONTINGÊNCIA

O ofício ainda solicita o plano de contingência da pandemia para Araçatuba e região e questiona para quantos e quais municípios Araçatuba é referência para atendimento do novo coronavírus. “Fiquei preocupada com informações que vi nas redes sociais e precisamos desses dados exatos junto às autoridades”, comentou a vereadora Tieza, autora do requerimento.

“É um requerimento oportuno. Existe a informação de que há 45 respiradores sem uso. Precisamos saber exatamente para ajudar outras regiões, se for necessário”, destacou o vereador Gilberto Batata Mantovani (PL). “Esperamos essa resposta o mais rápido possível”, disse o vereador Denilson Pichitelli (PSL).

O requerimento também foi discutido pelos vereadores Dr. Almir (PSDB), Professor Cláudio (PMN), Lucas Zanatta (PV), Dr. Jaime (PSDB) e Dr. Flávio Salatino (PV).

PEDIDO DE SUSPENSÃO DE COBRANÇA EM PEDÁGIOS

De iniciativa do vereador Arlindo Araújo (MDB), outros cinco pedidos de informações também foram aprovados. Em um dos ofícios, o parlamentar questiona a possibilidade de municípios da região se unirem e reivindicarem, junto ao governo estadual, a suspensão de cobrança de pedágio durante o estado de emergência de saúde pública.

Arlindo ainda solicita esclarecimentos sobre os seguintes temas: relação de todas as vias públicas que serão recapeadas pelo Executivo; contratos firmados com empresas dos ramos da construção civil, pavimentação e limpeza; balanço da primeira fase de vacinação contra a gripe e estoque de vacinas para a segunda etapa; situação dos atendimentos atuais do Centro Pop (Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua) e do Albergue Municipal.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »