23/01/2020 às 08h03min - Atualizada em 23/01/2020 às 08h03min

Após goleada, Luxemburgo pede calma e mira jogo contra São Paulo: ‘Rival forte’

Palmeiras FC
Foto: Divulgação
O Palmeiras estreou com o pé direito no Campeonato Paulista de 2020. Jogando em Itu-SP, o Verdão goleou o Ituano por 4 a 0 e conquistou a sua primeira vitória na temporada. Apesar da ótima apresentação da equipe, o técnico Vanderlei Luxemburgo mostrou muita cautela na entrevista coletiva após o duelo pelo Estadual.

“Eu sou bem prático. Jogamos bem, tivemos segurança e soubemos administrar o primeiro tempo. Mas, se nós perdermos no domingo, as perguntas serão diferentes. Nós temos de trabalhar para ganhar o campeonato. Em minha cabeça está que temos de terminar a primeira fase em primeiro. A primeira colocação me dá a vantagem de jogar em casa, eu tenho de correr atrás disso. Eu não estou feliz demais, tem de ter calma. Tem clássico no domingo, temos de nos preparar bem. É um rival forte, trabalha bem. Tem de ter calma”, disse o treinador, que analisou a atuação do time no embate desta noite.

“O primeiro tempo foi muito difícil. O Ituano jogou bem na parte defensiva, do meio-campo para trás. Bem conservador, esperando a gente errar. Qualquer passe mal dado, poderia ter o erro. O Ituano foi bem reativo. No segundo tempo, não. Eu tirei um jogador de meio-campo, que negocia mais a bola, para botar mais velocidade, principalmente em cima do lateral-direito. Puxei o Dudu para dentro para abrir espaço aos laterais. Eu tirei o Luiz Adriano porque ele vem de um futebol que joga 30 jogos por ano. Tirei para evitar qualquer tipo de problema, para prepararmos melhor. O Zé Rafael tem entrado bem como segundo volante, é muito versátil. Foi tudo muito bom no segundo tempo”, declarou.

Luxemburgo também comentou sobre o rendimento de Felipe Melo, que atuou novamente como zagueiro, e de Lucas Lima, autor de um dos gols da goleada palmeirense contra o Ituano.

“O Felipe já está começando a entender a posição. Quando terminou o jogo, encostei nele e perguntei como terminou o jogo. Ele falou que estava preparado para outro jogo. Ele passou a ter uma faixa de campo menor, tem o combate muito bom. Ele vai errar, mas não é só ele que erra. Eu o vejo com possibilidade de crescimento”, analisou o comandante, falando em seguida sobre o camisa 20 do Alviverde.

“O Lucas Lima é o seguinte. Eu não me preocupo com a parte técnica. Eu preciso que as pessoas o vejam participativo no campo, tomando porrada, sendo intenso e participando. Ele tem sido assim, esse é o Lucas Lima que quero ver. Quando ele tiver de usar o talento, ele usará, mas ele precisa participar. Existe uma diferença do Lucas Lima para o Alex. O Alex era um jogador que participava intensamente do jogo, mas se desgastava onde tinha. É todo um processo novo para eles, acho que está saindo bem”, completou.

O próximo compromisso do Palmeiras será no domingo (26), às 16h, contra o São Paulo, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Já na quarta-feira (29), às 19h15, o Verdão enfrenta o Oeste, no estádio do Pacaembu, novamente pelo Estadual.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »