10/01/2020 às 16h05min - Atualizada em 10/01/2020 às 16h05min

Veja quais eventos astronômicos vão acontecer em 2020

Ano trará seis eclipses, três super luas e outros eventos

Olhar Digital
O ano de 2019 trouxe diversos eventos astronômicos, como eclipses, super luas e chuvas de meteoritos. E o ano de 2020 não será diferente. Veja abaixo quais fenômenos acontecerão este ano.

Janeiro
Na noite de sexta-feira (10), nos países da Europa, África e Austrália ocorreu um eclipse lunar penumbral. Este fenômeno é difícil de ver a olho nu, foi necessário a ajuda de um telescópio.

Fevereiro
No dia 18 de fevereiro, aqueles que tiverem um telescópio ou um binóculo poderoso, poderão enxergar a Lua passando em frente a Marte. O fenômeno será visível em países da América no Norte, da América Central, Cuba, Haiti e na parte norte da América do Sul.

Março
No dia 9 de março ocorrerá o fenômeno conhecido como Super Lua, quando o satélite natural parece maior e mais brilhante que o normal. Esse evento acontece quando a Lua cheia está em seu ponto mais próximo da Terra.

Abril
Nos primeiros dias de abril, Vênus estará em seu ponto mais brilhante e perto do aglomerado de estrelas Plêiades. Esse fenômeno acontece a cada oito anos, sempre em abril. No dia 8 de abril, a segunda e maior Super Lua do ano poderá ser vista. Uma chuva de meteoritos poderá ser vista em todo hemisfério sul nos dias 21 e 22.

Maio
O quinto mês do ano reserva mais uma Super Lua, no dia 7.

Junho
No dia 5, outro eclipse lunar penumbral vai poder ser visto, com dificuldade, na Europa, África, Ásia e Austrália. Já no dia 21, um eclipse solar poderá ser visto em partes da África, Arábia, Paquistão, norte da Índia, sul da China, Taiwan, Mar das Filipinas e Oceano Pacífico. Neste evento, a Lua não vai cobrir todo o Sol, deixando um fino anel de luz solar visível.

Julho
No dia 4, a Terra vai estar em sua maior distância em relação ao sol, 152 milhões quilômetros. No dia seguinte, acontece mais um eclipse lunar penumbral visível da América, sudoeste da Europa e África.

Agosto
No dia 12 de agosto, a chuva de meteoritos chamada Perseidas chegará ao seu pico. A maioria das “estrelas cadentes” vão ser visíveis por conta das longas caudas.

Outubro
No dia 13, Marte estará em oposição ao Sol. Por conta disso, o planeta vermelho estará mais brilhante que Júpiter e será visível do anoitecer ao amanhecer. Esse brilho intenso pode durar de 29 de setembro a 28 de outubro.

Novembro
No dia 30, a Ásia, Austrália, Oceano Pacífico e América poderão ver mais um eclipse lunar penumbral.

Dezembro
Entre os dias 14 e 15, as chuvas de meteoritos Gemínidas vão atingir seu pico. Entre 60 e 120 meteoros poderão ser vistos por hora nas condições ideais.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »