13/02/2019 às 14h44min - Atualizada em 13/02/2019 às 14h44min

Palmeiras apresenta elenco e comissão técnica do time feminino

Palmeiras FC
Foto: Divulgação
Em uma entrevista coletiva realizada entre o final da manhã e o início da tarde de quarta-feira, na Academia de Futebol, o Palmeiras apresentou oficialmente o projeto de seu time feminino, que estava desativado desde 2012.
 
Participaram da coletiva o diretor de futebol Alexandre Mattos, o gerente Alberto Simão, a treinadora Ana Lúcia Gonçalves e o prefeito de Vinhedo Jaime Cruz. O Verdão firmou parceria com a cidade do interior para fazer uso da estrutura - centro de treinamento e estádio. As atletas terão vínculo com o Palmeiras, que bancará integralmente os salários.
 
Segundo o gerente Alberto Simão, a opção por firmar parceria com Vinhedo se deu pela qualidade de vida que a cidade oferece, além da necessitar de foco exclusivo para o desenvolvimento do projeto. A estrutura do Verdão em São Paulo estará à disposição para quando for necessário.

O diretor Alexandre Mattos admitiu que uma nova regra da Conmebol "impulsionou" a montagem da equipe, mas afirmou que o projeto já existia e que seria implementado independente da obrigatoriedade (para disputar a Libertadores a partir de 2019 os clubes precisam ter times femininos).
 
Ex-Ponte Preta e Audax, a treinadora Ana Lúcia, que possui cursos na CBF, destacou o fato de ter recebido autonomia para montar sua equipe de trabalho, formada majoritariamente por mulheres: "Estou muito feliz e me sinto muito lisonjeada por ter sido escolhida para fazer parte deste projeto. O Palmeiras deu total liberdade para a gente, junto com o Alberto, escolhermos a nossa comissão técnica e as atletas. Isso é muito importante, eu diria que até fundamental".
 
Representando as atletas, que foram apresentadas uma a uma, a atacante Karla fez um breve pronunciamento: "Estamos felizes em poder fazer parte do Palmeiras que é um grande time. Vamos nos preparar muito bem para alcançarmos grandes resultados e agradar a torcida". Boa parte das jogadoras vieram da Ponte Preta, e muitas têm idade na faixa dos 20 anos, como Kerolin, que é apontada como grande promessa do futebol feminino brasileiro.
 
As meninas do Verdão começarão a treinar amanhã. O primeiro campeonato a ser disputado é o Brasileiro da Série A2. O acordo entre Palmeiras e Vinhedo, assim como o vinculo entre clube e atletas e comissão técnica terá validade de 1 ano com opção de renovação por mais 1.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »