28/12/2018 às 14h59min - Atualizada em 29/12/2018 às 06h00min

Prefeito assina convênio em São Paulo e Birigui conquista 600 apartamentos via CDHU

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão, assinou na manhã desta sexta-feira, 28 de dezembro, em São Paulo, convênio entre a Prefeitura de Birigui e a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), que prevê a construção de 600 apartamentos.  As novas moradias deverão ser construídas no bairro Portal da Pérola 2, em uma área de 35 mil metros quadrados.

Pelo convênio, via Programa Morar Bem – Viver Melhor, a prefeitura irá oferecer área para a CDHU, que, por sua fez, irá repassar recursos para que o município faça execução de sondagem, elaboração dos projetos básicos, executivos e de aprovação, bem como o registro do loteamento.

Para realizar o projeto técnico, o convênio prevê liberação de verba de R$ 267.751,79, que serão destinados pela CDHU para a Prefeitura de Birigui em parcelas, conforme a execução do empreendimento. O convênio prevê um prazo de 48 meses para a execução da construção.

A conquista dos 600 apartamentos de moradias populares foi um antigo pedido do prefeito Cristiano Salmeirão, do deputado Roque Barbieri, o Roquinho, e dos vereadores da base que apoia o governo municipal ao diretor presidente da CDHU, Humberto Schmidt Oliveira.

“Quando assumi a Prefeitura de Birigui já fiz o levantamento do déficit habitacional na cidade. O déficit é de, aproximadamente 4 mil moradias. Estamos trabalhando para zerar isso. Aqui o trabalho não para”, comentou o prefeito Cristiano Salmeirão.

VAN e apartamentos – O prefeito de Birigui comemorou o fato de assinar o convênio exatamente no mesmo dia que a Secretaria de Saúde conquistou uma nova Van 0km, que irá transportar pacientes que fazem tratamento médico em outras cidades.

“O Natal já passou, mas como ‘presente’ de Ano Novo a prefeitura anuncia 600 apartamentos no Portal 2 e uma nova Van, que irá melhorar o conforto dos pacientes que necessitam de tratamento médico”, completou o chefe do Executivo.
 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »