18/09/2018 às 08h49min - Atualizada em 18/09/2018 às 08h49min

Justiça acata pedido de Promotoria e decreta prisão de homem que feriu PM em Palestina

Valdinei Junior usou arma do próprio policial militar

MPSP
Foto: Divulgação
Atendendo a pedido apresentado pelo promotor de Justiça de Palestina, Gustavo Myiazaki, a Justiça decretou, nesta segunda-feira (17/9), a prisão preventiva de Valdinei Molina Junior, que feriu duas pessoas usando a arma de um policial militar. Molina Junior foi abordado pela polícia na última sexta-feira ao dirigir automóvel pelo município paulista sob efeito de bebida alcoólica. Durante a aproximação, o homem se apossou da arma de fogo do PM que atendia a ocorrência e atirou contra ele, atingindo o rosto do policial.

Os disparos, feitos na direção de clientes do posto de combustível, acabaram ferindo mais uma pessoa. Frequentadores do local imobilizaram o indivíduo e retiraram a arma de fogo de suas mãos.

Detido, Molina Junior foi levado à audiência de custódia, recebendo do Juízo a liberdade provisória, com aplicação de medidas cautelares diversas da prisão. Inconformada, a promotora de Justiça Ana Beatriz Pravuni Costa Silveira, que atuou na audiência, recorreu contra a decisão judicial.

Ao reforçar o pedido para decretação da prisão preventiva, Myiazaki alegou que, existe o risco de, em liberdade, Molina Junior voltar a delinquir, ressaltando que o homem é suspeito de ter praticado tentativas de homicídio contra duas pessoas, entre elas um policial militar.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »