28/08/2018 às 11h04min - Atualizada em 28/08/2018 às 11h04min

Correios passam a cobrar taxa de R$ 15 em todas as encomendas internacionais

Canal Tech
Foto: Imagem Ilustrativa
Se você já estava triste com o dólar ultrapassando a marca dos R$ 4, agora tem mais motivos para chorar. Os Correios começaram a aplicar, nesta segunda-feira (27), uma nova taxa sobre todas as encomendas internacionais que chegam ao Brasil. O tributo é de R$ 15 e, de acordo com a estatal, é voltado para a melhoria dos serviços e realização das operações uma vez que os pacotes chegam ao país.

Todas as remessas que chegam de fora do Brasil estão sujeitas ao imposto, tenham elas número de rastreamento ou não, e independente do país do qual estejam chegando. O valor dos produtos no interior, também, não importa, e a cobrança vale para desde pequenos pacotes com quinquilharias chinesas até compras maiores como smartphones, computadores, jogos e outros.

A revelação da nova taxa veio em um comunicado oficial publicado no site dos Correios. Ao que tudo indica, o novo tributo seria uma evolução de outro que já é cobrado desde 2014, o serviço de Despacho Postal. Neste caso, entretanto, a tarifa era aplicada somente nas encomendas tributadas; agora, a ideia é que mesmo os pacotes sobre os quais não incorrer imposto de tributação estarão sujeitos à cobrança.



A empresa ainda explica que o imposto se trata de um pagamento necessário devido à “nacionalização da carga”. Serviços como conferência, logística, inserção do rastreio nos sistemas nacionais e outras exigências da legislação brasileira estariam inclusas aqui, em uma cobrança que vem de forma separada ao valor do frete, pago diretamente ao lojista, e também aos tributos que podem ser cobrados pela Receita Federal.

O pagamento da taxa deve ser feito online, com indicação sobre isso aparecendo na tela de rastreamento de produtos no próprio site dos Correios. O acerto é feito pelo mesmo sistema que hoje já permite quitar os tributos de importação tradicionais, de forma que os consumidores não mais precisem se dirigir até uma agência para fazer isso e coletar os pacotes. Não ficou claro, porém, como tudo vai funcionar no caso de encomendas sem código de rastreamento.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »