05/07/2018 às 16h04min - Atualizada em 05/07/2018 às 16h04min

Julho Amarelo: Secretaria de Saúde promove campanha de prevenção contra hepatites virais

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
A Secretaria Municipal de Saúde de Birigui, por meio do programa municipal DST/Aids e Hepatites Virais, promove neste mês diversas ações de intensificação do diagnóstico, prevenção e de educação sobre hepatites B e C. As atividades integram a 2ª Campanha Municipal de Luta Contra as Hepatites Virais, alusiva ao Julho Amarelo.

Neste sábado, dia 7 de julho, haverá a divulgação da campanha na praça Dr. Gama, com orientações sobre a doença, testagem rápida de hepatites B e C para as pessoas acima de 40 anos, aferição de pressão arterial, testes de glicemia capilar e recreação para as crianças, tudo gratuito. A ação acontecerá das 9h às 12h.

Durante todo este mês, as ações de prevenção e de testes rápidos estão sendo intensificadas nas dez UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), que fica anexo ao Centro de Especialidades Médicas. É necessário apresentar um documento oficial com foto para a realização do exame.

DIA D

Em 28 de julho, Dia Mundial da Luta contra Hepatites Virais, a Secretaria de Saúde promoverá o Dia D da campanha. Nesta data, o Centro de Testagem e Aconselhamento ficará aberto das 8h às 16h para a realização de testes rápidos gratuitos de hepatites B e C, além de HIV e sífilis para toda a população.

“O teste é seguro, sigiloso e feito com punção digital (parecido com exame de glicemia), não sendo necessário estar de jejum. O resultado é liberado em cerca de 30 minutos, portanto, os pacientes podem levar seus resultados na hora”, explicou a diretora da Vigilância Epidemiológica, Mauricéia Bruna Alves Gonçalves.

NOTIFICAÇÕES

A Vigilância Epidemiológica notificou 47 novos casos de hepatites virais nos últimos 18 meses no município. Foram 35 notificações da doença em 2017 e 12 nos primeiros seis meses deste ano. “Com o Julho Amarelo, intensificamos um trabalho que é feito durante o ano todo. Campanhas como esta são importantes porque, na maioria dos casos, a doença é silenciosa”, disse Mauricéia.

O Ministério da Saúde estima que milhões de pessoas podem ter os vírus B ou C no organismo, sem ter nenhum sintoma. As hepatites causam a inflamação do fígado por ação viral e podem levar a problemas graves como a cirrose, câncer e até causar diabetes. A transmissão pode ocorrer por contato sexual ou uso de objetos que entraram em contato com sangue contaminado.

Na maioria dos casos a doença tem cura. O tratamento é oferecido na rede municipal de saúde por meio do SUS (Sistema Único de Saúde). O acompanhamento dos pacientes diagnosticados com a doença é feito no SAE (Serviço de Assistência Especializado), onde são oferecidas consultas médicas periódicas, exames de rotina e fornecimento da medicação.

SERVIÇO

O Centro de Testagem e Aconselhamento funciona na praça Gumercindo de Paiva Castro, s/nº, Centro, anexo ao Centro de Especialidades Médicas. O atendimento ao público para testagem é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h. Informações: (18) 3643-6262.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »