29/09/2022 às 20h18min - Atualizada em 29/09/2022 às 20h18min

Birigui tem saldo positivo no emprego pelo oitavo mês consecutivo no ano

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Com a criação de 347 postos de trabalho com carteira assinada em agosto, o município de Birigui alcançou o oitavo mês subsequente com saldo positivo na geração de emprego.

De acordo com do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado nesta quinta-feira (29/09) pelo Ministério do Trabalho e Previdência, no mês de agosto foram 1.619 admissões ante 1.272 desligamentos.

Por setor, a indústria novamente foi a maior geradora de postos de trabalhos formais no mês, foram 891 contratações, com 587 demissões, o que gerou saldo de 304 carteiras assinadas no período.

Na sequência, aparece o setor de comércio (28), serviços (13) e agropecuária (2). Na construção civil o número de admissões (116) se igualou ao de demissões (116), não obtendo nenhum saldo.

Na região, os municípios cujos saldos mais se aproximaram ao de Birigui, no mês de agosto, foram Araçatuba (260), Andradina (140) e Penápolis (6).

“Em um ano pós-pandêmico, Birigui tem alcançado números expressivos, que passo a passo confirmam o momento de recuperação econômica que nosso município ingressou. O emprego em especial impacta a vida das famílias, mas também a movimentação de renda na cidade”, avaliou o prefeito Leandro Maffeis.

ACUMULADO DO ANO

No acumulado do ano, de janeiro a agosto, Birigui registrou a criação de 2.896 empregos formais, se mantendo na liderança do ranking regional quando comparados com o saldo alcançado pelos outros três municípios com maior número de habitantes da região administrativa de Araçatuba.

O município cujo saldo mais se aproximou ao de Birigui foi Araçatuba, que nos oito meses do ano criou 1.907 postos de trabalho formais, com carteira assinada. Completando o ranking estão Andradina (1.158) e Penápolis (1.292).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »