22/09/2021 às 17h06min - Atualizada em 22/09/2021 às 17h06min

MEC lança programa que incentiva a participação das famílias nas escolas

Só neste ano, a iniciativa vai chegar a 5.755 escolas da educação básica de todo o país e o investimento será de R$ 16 milhões

Governo do Estado de São Paulo
Só neste ano, a iniciativa vai chegar a 5.755 escolas da educação básica de todo o país e o investimento será de R$ 16 milhões - Foto: Banco de Imagens
O Governo Federal pretende incentivar a participação das famílias nas escolas onde seus filhos estudam. Para isso, o Ministério da Educação lançou o Programa Educação e Família, em evento online ocorrido na tarde desta terça-feira (21). O objetivo do programa é dar suporte às escolas proporem atividades que conquistem a presença das famílias. 

Só neste ano, a iniciativa vai chegar a 5.755 escolas da educação básica de todo o país e o investimento será de R$ 16 milhões.  Em 2022, serão contempladas mais 17 mil escolas. 

“A ciência descobriu que quando uma criança recebe atenção e os adultos leem para ela, tem um aproveitamento melhor pós alfabetização. Por isso nós lançamos programas como esse”, ressaltou o ministro da Educação, Milton Ribeiro. 

O programa leva em conta indicadores do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), de 2019. Os dados demonstram que as escolas em que os diretores preencheram o formulário de avaliação concordando fortemente com a afirmação que "as famílias contribuíram com o trabalho pedagógico" tiveram uma diferença positiva de 0,6 na média do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) das séries iniciais do ensino fundamental em relação às que discordaram fortemente.

“Esperamos que no futuro, as iniciativas das escolas sejam dialogadas com as famílias, criando assim uma oportunidade dos profissionais de educação ouvirem as demandas da comunidade, conhecer expectativas e frustrações, dialogar sobre progresso e dificuldades dos estudantes, identificar habilidades e vocações e até evitar a evasão e o abandono”, disse o secretário de Educação Básica do MEC, Mauro Rabelo. 

O Programa concentra-se em quatro ações estratégicas:

- Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Educação e Família: ação que possibilitará o repasse de recursos financeiros às escolas;

- Formação Continuada: possibilitará a qualificação da atuação da família e dos profissionais da educação; 

- Conselho Escolar: ação que visa a implementar atividades de fortalecimento da participação dos representantes das comunidades escolar e local, com destaque para a família, no colegiado e

- Clique Escola: aplicativo que agiliza e democratiza o acesso da família e dos profissionais da educação às informações educacionais e financeiras da escola.

Adesão
A adesão das secretarias de educação ao Programa Educação e Família por meio do Sistema Integrado de Monitoramento Execução e Controle do Ministério da Educação (Simec) é imprescindível para que as escolas participem das ações do Programa, incluindo o recebimento de recursos financeiros. Para receber os recursos financeiros do PDDE Educação e Família, o diretor da escola deverá acessar o sistema do PDDE Interativo, com seu login e senha, e clicar no link referente ao formulário do Plano de Ação da escola.

A lista com as escolas elegíveis para o programa em 2021 e as informações sobre adesão das secretarias de educação podem ser acessadas neste link.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »