26/04/2018 às 12h59min - Atualizada em 26/04/2018 às 12h59min

Novo espetáculo da Cia. do Blefe, 'Escorial' estreia no Sesc Birigui neste sábado, dia 28

Peça mostra os conflitos nas relações humanas nos jogos de manutenção do poder; além do sábado, haverá outra sessão no domingo

Assessoria de Imprensa
Autoritarismo, insurreição, golpe de estado, violência, indiferença e traição... Escorial, o novo espetáculo da Cia. do Blefe, de Araçatuba, traz em sua trama uma série de temas políticos e mostra os conflitos presentes nas relações humanas nos processos e jogos de manutenção do poder. 

A estreia acontece em duas apresentações no Teatro do Sesc Birigui: uma no sábado, dia 28, e outra no domingo, dia 29, ambas às 19h. A entrada é gratuita e os ingressos começam a ser distribuídos a partir das 18h.

Com pesquisa voltada à metalinguagem, a teatralidade e o grotesco, a história gira em torno da troca de papéis entre o Rei e o Bobo da Corte, enquanto a Rainha agoniza. O texto original é do dramaturgo belga Michel de Gheldero, traduzido por Mário da Silva, e a direção, de Mauro Júnior (que assina ainda a cenografia, iluminação, figurinos, maquiagem, trilha sonora pesquisada e operação de luz). 

Como observa Mauro Junior, além das temáticas de cunho político, o espetáculo aborda ainda deformações do ser humano, suas ambições desmedidas, miséria de caráter e dissimulações. A trama tem ações carregadas de revelações, vingança, ternura, ódio, magia, liturgia e morte. 

O elenco conta com Ed Barba (Rei), Igor Palmieri (Folial), Valtemir Jurca (Monge) e Devanira Moura (Rainha). Silvia Teodoro e Eduardo Amaral estão na assistência de direção; o cenotécnico é Valtemir Jurca e a operação de som é feita por Eduardo Amaral. A fotografia é de Flávia Baxhix. 

A montagem compõe a "Trilogia do Poder", série de obras da Cia. do Blefe que leva ao palco textos que abordam o humano em sua complexidade. Compõem ainda a trilogia os espetáculos "Braseiro" (que estreou no final de 2015) e "Passo de Dois" (a próxima peça). 

Outras Cenas
"Escorial" integra a série de atividades do projeto "Outras Cenas", do Sesc Birigui. O projeto oferece oficinas, aberturas de processo, estreias e compartilhamentos entre público, companhias e artistas. O objetivo é destacar, fortalecer e incentivar a produção teatral no interior paulista. 

Trajetória 
A Cia. do Blefe foi fundada em 2015. Em abril daquele ano, o processo de montagem de "Braseiro" deu início a um Núcleo de Residência Artística, coordenado por seu diretor, Mauro Júnior, e promovido pelo Programa Oficinas Culturais do Estado de São Paulo, gerenciado pela POIESIS – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura. 

Além de Araçatuba, "Braseiro" passou por São José do Rio Preto, São Paulo, Clementina Guararapes e Goiânia (GO). Em 2016, a partir de uma proposição do Sesc Birigui, a companhia criou e produziu o espetáculo "Folia dos Reis", que foi apresentado em Araçatuba, Birigui, Buritama, Auriflama, Lins, Penápolis, Clementina e Guararapes.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »