31/07/2021 às 18h33min - Atualizada em 31/07/2021 às 18h33min

Hospital do Câncer de Presidente Prudente é credenciado ao SUS

Cerimônia contou com participação do presidente Jair Bolsonaro

Agência Brasil
Foto: Amanda Albuquerque/Hospital de Esperança
O Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente (SP) passa a ser credenciado como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), com serviço de hematologia, oncologia pediátrica e radioterapia custeados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Neste sábado (31), o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Marcelo Queiroga visitaram as instalações da instituição e participaram da cerimônia que marcou o credenciamento do hospital.

A instituição – que agora recebe o nome de Hospital de Esperança - já recebia recursos públicos, mas essa verba vinha do repasse das santas casas. Agora, o investimento de R$ 7,8 milhões anuais para os atendimentos de alta complexidade serão repassados diretamente pelo Ministério da Saúde. Atualmente, o hospital conta com 122 leitos destinados ao SUS, dos quais 22 são de UTI. Além disso, são 50 leitos cirúrgicos e 50 leitos clínicos.

"Nós tínhamos 203 unidades de alta complexidade de tratamento oncológico. Hoje, nós temos 234 com essa do Hospital Regional do Câncer, hospital da esperança. Os hospitais nascem da bondade dos que sentem para atender aos anseios dos que sofrem", disse o ministro Queiroga. 

“Muita gente sofreu, até pereceu, por falta de mais meios para que esse hospital pudesse funcionar. Perguntei ao Queiroga se existem processos semelhantes a esse tramitando no ministério. Ele disse que tinha e já tinha mandado revisar. Esse ato abre horizontes para que o hospital possa melhor se preparar”, disse o presidente Jair Bolsonaro.

Vacinação
Na cerimônia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou  o avanço da vacinação contra covid-19 no país e afirmou que até setembro todos os brasileiros acima de 18 anos estarão vacinados.

“Mais de 600 milhões de doses de vacinas me permitem assegurar que agora, em setembro, toda população brasileira acima de 18 anos estará imunizada contra a covid-19”, disse ele, sem especificar se essa imunização se daria apenas com a primeira dose ou com as duas doses.

Segundo dados de ontem (30) do próprio Ministério da Saúde, 40,5 milhões de brasileiros completaram o esquema vacinal contra a covid-19. Os números de imunizados com a primeira dose correspondem a 60% da população maior de idade.

Queiroga destacou os dados divulgados pelo governo nesta semana, que mostram uma redução de 40% no número de casos de covid-19 e óbitos por consequência do vírus, segundo ele, como resultado das ações do governo federal. “Os resultados das ações do governo já se fazem sentir e todos já sabemos que estamos vencendo esse vírus. Somente no último mês reduzimos 40% o número de casos de covid-19 e 40% o número de óbitos e os hospitais já têm disponíveis leitos de UTIs disponíveis para atender a população”.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »