26/07/2021 às 10h25min - Atualizada em 26/07/2021 às 10h25min

Surfe tem final antecipada na Olimpíada por risco de tufão

Yahoo Notícias
Gabriel Medina é um dos três brasileiros que seguem na disputa pela medalha no surfe nos Jogos Olímpicos - Foto: REUTERS/Lisi Niesner
O surfe teve as finais antecipadas nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O risco de um tufão que se aproxima da costa japonesa obrigou a organização do torneio a mudar a programação da modalidade, que está sendo disputada na praia de Tsurigasaki, a 64 km de Tóquio. 

Com a mudança, a finais terão início a partir da noite desta segunda-feira (horário de Brasília), quando também serão realizadas as baterias de quartas de final e semifinal. O pódio deve ser definido na madrugada de terça-feira. Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Silvana Lima são os representantes brasileiros que ainda estão na briga por medalhas.

"Depois de uma revisão das condições climáticas para terça e quarta, foi decidida a antecipação das finais para terça [noite de segunda no Brasil]. A ordem vai começar com os homens e terminar com mulheres, seguidas das cerimônias de vitória", informou a organização dos Jogos.

Na madrugada desta segunda, o mar já havia apresentado mudanças. Com o aumento dos ventos, a praia de Tsurigasaki contou com ondas maiores durante a disputa das baterias da terceira rodada. O tufão deve atingir a costa japonesa na quarta-feira, conforme a previsão local.

As quartas de final do surfe começam a ser disputadas às 7h de terça-feira no Japão (19h desta segunda-feira, no horário de Brasília).

O Brasil terá logo mais à noite três brasileiros nas quartas de final do surfe na Olimpíada de Tóquio (Japão). No caminho rumo ao pódio da modalidade estreante nos Jogos estarão Silvana Lima, Gabriel Medina e Ítalo Ferreira. Os brasileiros voltam a competir  logo mais, às 19h (horário de Brasília) desta segunda-feira (26), com previsão de realização das quartas e semifinais, na praia de Tsurigasaki, a cerca de 100 quilômetro de Tóquio. 

Foto: Miriam Jeske/CBR

Foto: Miriam Jeske/CBR


Ainda na noite deste domingo (25), ocorreram as baterias femininas das oitavas de final. A primeira a avançar foi a cearense Silvana Lima que dominou a bateria do início ao fim contra a portuguesa Teresa Bonvalot. A brasileira totalizou 12.17 pontos contra 7.50 da adversária. Nas quartas Silvana competirá com a norte-americana Carissa Moore, tetracampeã mundial.

Já a gaúcha Tatiana Weston-Webb não foi bem contra a japonesa Amuro Tsuzuki. A brasileira parou nas oitavas com somatória de 9.00 pontos contra 10.33 da adversária asiática. 

Na disputa masculina, o bicampeão mundial Gabriel Medina foi o primeiro a se classificar em embate contra o australiano Justin Wilson. O brasileiro avançou com 14.33 pontos contra 13.00 de Wilson. Nas quartas, o paulista de São Sebastião vai encarar o francês Michel Bourez. 

O potiguar Ítalo Ferreira, atual campeão mundial, sobrou na disputa pela vaga nas quartas contra o neozelandês Billy Starmand. O brasileiro alcançou nota 14.54 contra 9.67 do rival. Nas quartas, Ítalo duelará com o japonês Hiroto Ohhara.

Foto: Miriam Jeske/ COB

Foto: Miriam Jeske/ COB


Quartas de final

Feminino

Bianca Buitendag (AFS) x Yolanda Hopkins (POR)
Brisa Hennessy (CRC) x Caroline Marks (EUA)
Carissa Moore (EUA) x Silvana Lima (BRA)
Amuro Tsuzuki (JAP) x Sally Fitzgibbons (AUS)


Masculino

Kanoa Igarashi (JAP) x Kolohe Andino (EUA)
Gabriel Medina (BRA) x Michel Bourez (FRA)
Ítalo Ferreira (BRA) x Hiroto Ohhara (JAP)
Lucca Mesinas (PER) x Owen Wright (AUS)

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »