22/02/2021 às 14h15min - Atualizada em 22/02/2021 às 14h15min

SP ja aplicou mais de 2 milhões de doses de vacinas contra coronavírus

Marca foi superada no domingo (21), com mais 1 milhão de doses aplicadas em 12 dias; pré-cadastro pela internet agiliza atendimento

Governo do Estado de São Paulo
Foto: Divulgação
O estado de São Paulo ultrapassou a marca de 2 milhões de vacinações contra o coronavírus às 18h17 do último domingo (21). Desde o último dia 9, os serviços públicos de saúde aplicaram mais 1 milhão de doses em pessoas que integram os grupos prioritários da campanha neste momento. Às 13h desta segunda (22), São Paulo contabilizava 2.033.582 imunizações desde o dia 17 de janeiro.

“Se São Paulo fosse um país, estaria em nono lugar no mundo como o que mais aplicou vacinas em números absolutos”, afirmou o Governador João Doria. “Temos que seguir o programa de vacinação e que as pessoas todas se vacinem e entendam que a vacina salva”, acrescentou.

Os dados são do Vacinômetro ( vacinaja.sp.gov.br/vacinometro ), ferramenta digital do Governo de São Paulo que permite acompanhamento em tempo real do total de vacinações nos 645 municípios paulistas. No início da tarde desta segunda (22), o estado tinha 1.642.810 vacinados com a primeira dose contra a COVID-19 e outras 390.772 que já receberam o reforço da segunda imunização.

De acordo com levantamento do consórcio de veículos de imprensa que contabilizam a imunização contra o coronavírus no Brasil, até agora o estado de São Paulo tem praticamente o mesmo número de doses aplicadas por Bahia (463.800), Minas Gerais (631.847), Rio de Janeiro (508.358) e Rio Grande do Sul (456.193) somados.

Até a noite de domingo, 5.853.753 pessoas haviam recebido a primeira dose em todo o Brasil, enquanto outras 1.172.208 completaram o reforço vacinal. O total de imunizações registradas somente em São Paulo representa 29% de todas as 7.025.961 doses aplicadas em todo o país.

Em números absolutos, as dez cidades que mais vacinaram, segundo os registros das prefeituras no sistema VaciVida, são: São Paulo (580.450), Campinas (75.042), São Bernardo do Campo (43.436), Guarulhos (43.063), Ribeirão Preto (39.536), Santos (37.729), Santo André (36.231), São José do Rio Preto (35.658), Bauru (25.311) e São Caetano do Sul (18.493) às 13h desta segunda.

Neste mês, São Paulo passou a vacinar todos os idosos com idade a partir de 85 anos. A partir do dia 1º de março, a campanha de imunização será ampliada para todas as pessoas com idade entre 80 e 84 anos.

Desde o dia 17 de janeiro, também segue no estado a vacinação dos profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos que vivem em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas.

À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo. O Instituto Butantan já entregou quase 10 milhões de doses a todo o país e, nesta terça (23), inicia a oferta de mais um lote de pouco mais de 3,4 milhões de vacinas.

Pré-cadastro no Vacina Já

O pré-cadastro no site Vacina Já (vacinaja.sp.gov.br) economiza 90% no tempo de atendimento para imunização. O formulário eletrônico leva cerca de um minuto para ser preenchido formulário. Já nos postos de vacinação, em média, a coleta de informações leva cerca de dez minutos.

A ferramenta ajuda a agilizar o atendimento e a evitar aglomerações. Não é um agendamento e o uso não é obrigatório para receber a vacina, mas utilizá-la contribui para melhorar a dinâmica dos serviços de saúde e o atendimento à população.

O pré-cadastro pode ser feito por familiares de idosos ou de qualquer pessoa que integra os públicos previstos na campanha de vacinação.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »