22/01/2021 às 11h06min - Atualizada em 22/01/2021 às 11h06min

Prefeito decreta estado de calamidade pública em Birigui devido à crise na saúde

Portal LR1
Estado de calamidade pública foi decretada para garantir serviços de saúde. ( Foto: Reprodução LR1)
O prefeito Leandro Maffeis assinou, nesta quinta-feira (21), decreto municipal declarando estado de calamidade pública em Birigui por conta da crise na saúde. A decisão foi tomada devido à paralisação dos atendimentos eletivos nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), serviço prestado pela OSS Irmandade da Santa Casa de Birigui.

O decreto 6.823/2021, publicado no Diário Oficial Eletrônico nesta sexta-feira (22), também ressalta a inexistência do quinto termo aditivo referente ao convênio de execução de ações e serviços complementares no Pronto Socorro Municipal e no Corujão da Saúde, o que impede a administração municipal efetivar o repasse de verbas à entidade.

“Quando assumimos a prefeitura, encontramos um cenário de má gestão e irregularidades nos convênios e nas prestações de contas apresentadas pela OSS Irmandade da Santa Casa, que ainda é investigada na operação Raio-X por desvios, superfaturamentos e lavagem de dinheiro na saúde pública de Birigui e outros municípios”, afirmou Maffeis.

Conforme o prefeito, o estado de calamidade pública foi adotado para que não haja comprometimento na saúde municipal, ainda mais neste momento em que são necessárias ações emergenciais para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. “Esse decreto tem como finalidade assegurar à nossa população a prestação dos atendimentos de forma adequada”, frisou.

*matéria cedida pelo Portal LR1

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »