03/09/2020 às 08h40min - Atualizada em 03/09/2020 às 08h40min

Polícia Civil deflagrada “Operação Asclepio/Veritas” contra fraudes em vestibulares

Ação resultou na prisão de nove envolvidos com a prática, em diferentes estados do país

SSP
Foto: Polícia Civil
Policiais da Delegacia Seccional de Assis, com apoio de outras unidades seccionais pertencentes ao Deinter 8 (Presidente Prudente), detiveram, nesta quarta-feira (2), nove integrantes de uma organização criminosa responsável por fraudar vestibulares de universidades de medicina no país.

As ações foram realizadas durante a “Operação Asclepio/Veritas”, nas cidades de São Paulo e Ribeirão Preto, além de Natal e Mossoró (ambas no RN), Juazeiro do Norte (CE), Campina Grande (PB), Montes Claros (MG) e Rio de Janeiro (RJ).

Em cumprimento a 22 mandados de busca e apreensão e 12 de prisão, as ações de campo resultaram na detenção dos nove suspeitos nas diferentes cidades, além da apreensão de documentos, computadores, dinheiro e celulares nos municípios de Campina Grande (PB) e Natal (RN).

O grupo foi localizado pelos agentes mediantes investigações posteriores a primeira fase da operação, realizada em abril/2019. Os trabalhos de inteligência apontaram que os suspeitos eram identificados como “pilotos”, sendo os responsáveis por realizar as provas no lugar dos alunos cadastrados, mediante acordo financeiro.

A fraude aplicada pelo grupo consistia em enviar os “pilotos” – que são formados na área – para realizar os testes com a promessa de aprovação. Para isso era realizado um pagamento em torno de R$80 mil, que era divido entre os envolvidos na prática criminosa.

A confirmação das fraudes e respectivos criminosos contou com auxílio do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), além dos Institutos de Identificação de outros estados e do Instituto de Identificação Nacional.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »