22/04/2020 às 11h43min - Atualizada em 22/04/2020 às 11h43min

Paulo Guedes consegue apoio do Senado para congelar salários de servidores

Objetivo do ministro da Economia é congelar os salários do funcionalismo público por dois anos ou mais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, conseguiu o apoio do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da maioria dos líderes da Casa para alterar – ou até encerrar – o texto do Plano Mansueto, aprovado recentemente na Câmara dos Deputados.

O plano Mansueto é um projeto de lei, vindo do Governo Federal, para ajudar e socorrer os estados e municípios com problemas fiscais. Apelidada como “Plano Marshall”, o projeto foi desfigurado na Câmara, sendo retirado garantias e exigências fiscais para as unidades federativas e municípios.

Com o apoio, Paulo Guedes poderá conseguir alcançar seu principal objetivo com o projeto: o congelamento dos salários dos servidores – federais, estaduais e municipais – por dois anos ou mais. No entanto, há a ideia de incluir um parágrafo estabelecendo que, enquanto houver recuo do PIB, não poderá haver aumento salarial.

Além disso, os senadores aceitaram fixar um valor no pacote emergencial para ser investido obrigatoriamente nas ações de enfrentamento ao novo coronavírus, na área de saúde.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »