30/03/2020 às 14h55min - Atualizada em 30/03/2020 às 14h55min

Momento de investir na sua Bolsa de Valores

Assessoria de Imprensa, Naves Coelho
Foto: Divulgação

Estar sempre em alta nos investimentos de nossos ativos é o melhor dos mundos. Já descobriu que o melhor dos investimentos é, e sempre será, em você. Competências alinhadas às necessidades de mercados em erupções e a capacidade criativa, são as principais qualidades observadas pelos headhunters neste momento. Você pode perguntar: “Mas o mundo não parou?

O mundo não parou e não irá parar. O mundo esta se transformando como todos nós.

Como headhunters, estamos em franca atividade à procura de quem possa oferecer alternativas em um momento pouco conhecido, um momento de busca de novas perspectivas, de abertura de novos negócios para as corporações visionárias. Fôlego de atleta em competências, habilidades e resiliência. Irão existir acertos e erros, mas nunca a omissão frente a inúmeros desafios.

As grandes alterações na rotina de trabalho e no dia a dia das pessoas, é legítimo. Um momento de preocupação também de natureza econômica. Um exemplo são as conhecidas "desvalorizações das ações nas Bolsas de Valores mundo afora". Incerteza financeira e altas perdas de investimentos e movimentos governamentais.

O momento econômico criado pela pandemia da Covid-19 é desafiador, mas provavelmente abrirá espaço para novas naturezas de negócios. É, justamente, a complexidade, na adversidade de cenários e momentos de vida desafiadoras que nos leva à perplexidade. Lugar onde novos caminhos ligam as empresas aos seus públicos.

As habilidades técnicas, advindas da formação acadêmica e de alguns conhecimentos adquiridos pela experiência profissional, cada vez mais, serão insuficientes para conquistar um espaço no mercado de trabalho. Para isso, é preciso trabalhar e adquirir habilidades comportamentais que sempre foram importantes, mas que agora são imprescindíveis.

Para percebermos como as mudanças neste quesito são velozes, vamos observar as referências a seguir. De acordo com um relatório do Institute for Business Value (IBV) da International Business Machines Corporation (IBM), a capacidade de se comunicar, efetivamente, em um contexto de negócios e recursos técnicos, e os conhecimentos sobre áreas, como a engenharia e a matemática, são alguns dos principais elementos que um profissional precisava dispor ou adquirir.

Em 2018, segundo dados do IBV, as habilidades mais procuradas foram “Gerenciamento de tempo e Capacidade de Priorizar”, além da “Disposição para ser Flexível, Ágil e Adaptável às mudanças”. No ano passado, as mesmas aptidões foram novamente eleitas. Também em 2019, os estudos realizados pelo instituto, revelou que 7,2 milhões de profissionais brasileiros precisavam adquirir novas competências de ordem comportamental.

O que chama a atenção, neste relatório, não é apenas o fato de que milhões de trabalhadores brasileiros necessitavam atualizar as suas habilidades, e sim que, em apenas dois anos, as competências críticas mudaram consideravelmente.

Com base em uma pesquisa realizada pelo Linkedin e na jornada de mais de 20 anos da Upside Group no mercado de Executive Search e Advisory, aponto adiante quais são as habilidades de maior procura pelas empresas atualmente, e que também serão buscadas hoje.

Há um grupo de habilidades responsável por dar destaque e sucesso a profissionais diferenciados e que são compostas pelos potenciais de criatividade, visão, colaboração, gestão do tempo e adaptação. As competências interpessoais também integram essa importante lista de qualificações que são “macias" de aprender e estão diretamente ligadas às aptidões pessoais. Normalmente, elas são encontradas em pessoas com inteligência emocional desenvolvida, e que considero, há anos, como competências duráveis.

Nos projetos de headhunting da Upside, além dessas habilidades, também focamos amplamente características como a empatia, visão, resiliência, autoconsciência, coragem e perseverança, confiança e positividade, serenidade, capacidade de desenvolvimento de relações interpessoais, propósito, grau de acessibilidade e a poderosa e desde sempre Adaptação.

Pela minha experiência, percebo que são capacidades leves, mas de grande valor. Com isso, sempre aconselho executivos e especialistas a desenvolverem estas competências, pois estas atitudes irão proporcionar maior fluidez, espaço e preparo para que estas pessoas possam criar o novo Mundo Corporativo.

Entendo, também, que em meio a ameaças de qualquer natureza é preciso ser o mais humano possível.

Isto me faz lembrar do Inventário de Personalidade MBTI - Myers-Briggs Type Indicator, da terceira preferência - a afetividade. Para ser mais exata o “feeling”, preterido no passado recente em muitas decisões, onde imperava o raciocínio lógico. A razão se sobrepunha a emoção. Naturalmente, que em tudo, impera o equilíbrio. Principalmente agora.

Vejo que a transformação no futuro desenhado hoje possui como foco, as pessoas. As grandes corporações, países e pessoas já estão agindo amplamente nesta direção que deixou de ser tendência. Especialistas em “Humanologia”. Não reparem a criação de palavras que talvez nem existam ainda.

Associado a todos estes elementos, é vital que haja o conhecimento mais detalhado e profundo de si mesmo. O autoconhecimento traz benefícios não somente para a carreira profissional, mas para a saúde e empatia e um novo planeta.

O trabalho do autoconhecimento é a nova demanda. Se tornar robusto emocionalmente. Este é o chamado a partir de agora. Seguindo todos estes passos, a sua bolsa de valores pessoal sempre estará em alta!

 

Efigenia Vieira, CEO da Upside Group

 


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »