27/02/2020 às 15h41min - Atualizada em 27/02/2020 às 15h41min

Feriado de carnaval registra apreensões de fones de ouvido dentro de linguiças

O caso aconteceu na Penitenciária de Presidente Bernardes durante visitas de familiares, além de outros registrados na região

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Nos dias 22 e 23 de fevereiro, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal.

Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

PENITENCIÁRIA "LUIZ APARECIDO FERNANDES" DE LAVÍNIA II
A mãe de um sentenciado tentou visitar o filho na unidade prisional mas, ao passar pelos procedimentos de revista via imagem do escâner corporal, agentes perceberam que ela trazia algo suspeito em seu corpo. Ao ser indagada, confessou o porte e retirou o objeto voluntariamente, o qual se tratava de 02 (duas) folhas de papel aparentando o entorpecente sintético conhecido como "K4". Ela foi impedida de entrar no presídio e suspensa do rol de visitas, sendo encaminhada perante a autoridade policial para as providências da Polícia Judiciária. O sentenciado que receberia o entorpecente foi isolado preventivamente para apuração dos fatos, o qual aconteceu no último sábado.

PENITENCIÁRIA "LINDOLFO TERÇARIOL FILHO" DE MIRANDÓPOLIS (PII)
No último sábado (22), duas mulheres foram flagradas por agentes prisionais no momento que passavam pela sala de revista, no setor de portaria, para posterior entrada na unidade afim de visitar sentenciados. Como de praxe, elas foram submetidas à revista mecânica via scanner corporal, quando o aparelho detectou nas imagens geradas algo suspeito no cós da calça de uma delas e no cabelo da outra. A primeira, ocultava 04 (quatro) pedaços de papéis, um quadriculado, semelhante ao entorpecente K4. A segunda, trazia uma peruca na cabeça, e só confessou depois de indagada mais de uma vez. Diante das ocorrências, a Polícia Militar foi acionada e encaminhou os materiais apreendidos e as mulheres à Delegacia de Polícia local para providências cabíveis. Elas também foram temporariamente suspensas do rol de visitas e os sentenciados, encaminhados ao Pavilhão Disciplinar, sendo instaurados Procedimentos Disciplinares Apuratórios.

PENITENCIÁRIA "NESTOR CANOA" DE MIRANDÓPOLIS (PI)
No momento que se preparava para a visitação do companheiro no dia 22, o qual cumpre pena na unidade prisional, uma mulher foi questionada por servidores se trazia um invólucro oculto no órgão genital. A desconfiança surgiu após a revista corporal com aparelho Body Scanner e ela confessou o fato, retirando do seu corpo um embrulho com substância semelhante à cocaína. Diante disso, ela teve o direito de visita suspenso e foi encaminhada à Delegacia de Mirandópolis para os procedimentos legais. Já o sentenciado, foi isolado preventivamente para cumprimento de sanção disciplinar.

PENITENCIÁRIA DE VALPARAÍSO
Durante revista com aparelho Body Scanner no dia 22, agentes apreenderam 04 (quatro) pacotes com substância esverdeada aparentando ser maconha, que estavam escondidos nas roupas íntimas de uma visitante. A Polícia Militar foi acionada, a mulher suspensa do rol de visitas e encaminhada à delegacia e o sentenciado encaminhado ao Pavilhão Disciplinar para apuração dos fatos.

PENITENCIÁRIA DE IRAPURU
No momento que duas mulheres tentavam entrar na unidade para visitar companheiros que cumprem pena no local, neste sábado, elas foram barradas por agentes prisionais. Isso porque, durante os procedimentos de revista, eles constataram que uma delas trazia uma porção de substância análoga à maconha, escondida dentro de uma das sacolas trazidas por ela. Já a outra visita, trazia consigo um acessório para aparelho celular, também dentro de outra sacola.

Ambas foram conduzidas à delegacia de polícia local para as providências cabíveis, além de serem suspensas do rol de visitas. Já os sentenciados envolvidos foram conduzidos preventivamente ao Pavilhão Disciplinar para apuração preliminar dos fatos.

PENITENCIÁRIA "TACYAN MENEZES DE LUCENA" DE MARTINÓPOLIS
Às 10h30 do dia 22/02, a esposa de um sentenciado tentou visitá-lo trazendo consigo pertences a serem entregues a ele. Porém, dentro de uma sacola, havia 01 (um) aparelho de telefone celular, com chip e bateria, encontrado por Agentes de Segurança Penitenciária. Deste modo, a mulher foi suspensa do rol de visitas e, juntamente com o telefone, encaminhada à delegacia de polícia local, sendo instaurado Procedimento de Infração Disciplinar em face do referido sentenciado.  

PENITENCIÁRIA "SILVIO YOSHIHIKO HINOHARA" DE PRESIDENTE BERNARDES
No dia 22/02/2020, por volta das 06h45, durante procedimento de revista através do scanner corporal, uma visitante foi flagrada com a posse de um micro aparelho de telefonia celular, que mantinha escondido na genitália. No dia seguinte, durante o mesmo procedimento, quatro visitantes foram flagradas com a posse de, respectivamente: 01 (uma) folha amarela dobrada tipo cartolina com provável droga sintética K4, escondida na barra do top da mulher; 22 (vinte e dois) fones de ouvido para telefone celular, escondidos dentro de gomos de linguiça; 42 (quarenta e duas) partes de papel tipo cartolina bege (40mmx10mm) com provável droga sintética K4, escondidas no forro da calcinha; e, por fim, outros 05 (cinco) pedaços de papel amarelo também com possível droga sintética K4, escondidos no cós da calça. Todas essas visitantes em questão foram conduzidas à Delegacia de Polícia local, onde foram lavrados os respectivos Boletins de Ocorrência, além de serem suspensas do rol de visitas. Também foram instaurados Procedimentos Disciplinares para apurar a cumplicidade dos sentenciados que receberiam os ilícitos.

PENITENCIÁRIA "PAULO GUIMARÃES" DE LAVÍNIA (PIII)
Neste final de semana, as companheiras de dois sentenciados foram surpreendidas ao tentar entrar na unidade prisional, afim de visitá-los, portando cada qual 01 (um) aparelho de telefonia celular introduzido na genitália. Os objetos foram visualizados nas imagens geradas pelo equipamento de escâner corporal durante os procedimentos de revista. Ambos foram suspensas do rol de visitas e as demais providências pertinentes ao caso foram tomadas. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »