13/01/2020 às 14h53min - Atualizada em 13/01/2020 às 14h53min

Após reunião na Prefeitura, Câmara aprova projeto que prevê investimento de R$ 100 milhões

Tiago Lotto
Assessoria de Imprensa
Foto: Jéssica Bassetto
Visando não perder um investimento de aproximadamente R$ 100 milhões para a construção de condomínios em Birigui, o prefeito Cristiano Salmeirão agendou uma reunião com vereadores e com representantes do Grupo Toctao, que projeta construir 1.000 casas populares na cidade.

A reunião ocorreu no dia 7 de janeiro, no Paço Municipal, com a presença do presidente do Legislativo, Felipe Barone, dos vereadores José Luis Buchalla, Carla Protetora, Andrey Servelatti, Leandro Moreira, Odair da Monza, Vadão da Farmácia, Kal Barbosa, Fabiano Amadeu e Clóvis Batista.

Além do prefeito, também participaram do encontro o secretário municipal de Gabinete, Gilmar Trecco Cavaca, e o assessor executivo de Gabinete, Carlos Farias.

O Grupo Tectao foi representado pelo gerente Danilo Tavares e pelo diretor Ernani Amorin, que anunciaram a geração de 2 mil empregos diretos e indiretos em Birigui.

ENTENDA – Em dezembro de 2019, o prefeito Cristiano Salmeirão encaminhou ao Legislativo projeto de lei complementar que previa aumento do perímetro urbano do município.

A aprovação do projeto seria necessária para que a zona urbana de Birigui ganhasse mais 30 hectares de terras no bairro Tupi, vizinho do bairro Colinas. A votação do projeto foi adiada por duas vezes pela Câmara Municipal.

“Como o projeto foi adiado por duas vezes pedi uma reunião com os vereadores e representantes do grupo. A empresa Vila Brasil, do Grupo Toctao, mostrou interesse em construir mil casas neste espaço. O investimento é de cerca de R$ 100 milhões e Birigui não poderia deixar de perder esse investimento. O encontro serviu para tirar dúvidas dos vereadores”, frisou o prefeito Cristiano Salmeirão.

Após o encontro na Prefeitura, quando todas as dúvidas do empreendimento foram sanadas, o prefeito de Birigui solicitou sessão extraordinária.

A Câmara de Birigui esteve reunida em sessão extraordinária no último dia 10 de janeiro, quando o projeto foi aprovado por unanimidade.

“Graças a esse diálogo saudável entre Executivo, Legislativo e setor privado Birigui ganhará mais R$ 100 milhões em investimento do setor imobiliário”, completou o prefeito Cristiano Salmeirão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »