05/12/2019 às 08h44min - Atualizada em 05/12/2019 às 08h44min

DIG de Presidente Prudente prende 10 nos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro

Prisões ocorreram durante operação denominada “Fenrir”, realizada após cinco meses de investigações

SSP
A Polícia Civil de Presidente Prudente, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), prendeu 10 pessoas durante a operação Fenrir, realizada nesta terça-feira (3), nos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

As investigações foram iniciadas há cinco meses, após um idoso, de 87 anos, ter sido vítima de extorsão. Na ocasião, criminosos ligaram para o celular da vítima e o mantiveram durante o final de semana em um hotel sem que seus familiares soubessem o seu paradeiro. 

Por meio das apurações e trabalhos de inteligência, a equipe descobriu que o crime foi realizado por membros de uma organização criminosa e que o grupo efetuava cerca de 10 mil ligações por mês para vítimas aleatórias em 16 Estados da Federação para cometer o mesmo delito.

De posse dessas informações, a especializada conseguiu junto à Justiça 13 mandados de prisão preventiva, sendo um na cidade de Juiz de Fora (MG) e outros 12 distribuídos no Estado do Rio de Janeiro, nas cidades do Cabo Frio, Resende, Angra dos Reis, São Gonçalo, Mesquita, Duque de Caxias e Magé.

Os trabalhos contaram com apoio operacional dos policiais civis dos dois Estados, incluindo o auxílio de veículos blindados e agentes especializados da Polícia Civil do Rio de Janeiro para diligências em regiões de risco. 

Todos os presos foram indiciados pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e extorsão. Eles permanecerão detidos em seus Estados de origem.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »