25/02/2018 às 12h14min - Atualizada em 25/02/2018 às 12h14min

ESCOTISMO EM LUTO

Infarto fulminante mata o escoteiro Batata, aos 52 anos, durante partida de futebol

Política e Mais
O escoteiro Luiz Fernando Freitas, o Batata, faleceu no final da tarde deste sábado (24), aos 52 anos, vítima de um infarto fulminante enquanto jogava bola com os amigos, em um campo de futebol, em Araçatuba.

Ele sentiu-se mal por volta das 17h e faleceu no local. Batata foi escoteiro durante mais de 40 anos. Começou ainda menino, como lobinho (ramo do movimento que recebe crianças a partir dos seis anos de idade) e chegou a chefe de escoteiro, atividade que só deixou de exercer em 2016, por questões profissionais. Além do escotismo, ele participava de grupos de ciclismo e artes marciais.

Ele, que tinha formação em Comércio Exterior, era gerente comercial do Grupo Bruschetta (da fábrica de urnas Santa Rita), com sede em Bilac. Coordenava equipes em vários Estados do Brasil, por isso, viajava muito pelo País.

A amiga Maira Zonta lembra-se do amigo com carinho. “Ele era muito alto-astral, brincalhão, estava sempre sorrindo, brincando, sempre disposto a ajudar”, diz. Maira conta que, neste sábado, antes de ir para o jogo de futebol, Batata encontrou-se com os amigos de longa data.

“Ele passou na sede dos escoteiros, para rever os amigos com quem conviveu a vida inteira, parece até que foi uma despedida”. Batata deixa dois filhos, um de 17 e outro de 14 anos. O velório está marcado para começar às 2h deste domingo (25), na capela da Funerária Cardassi da Avenida da Saudade. O sepultamento será as 16h, no cemitério da Saudade.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »