05/01/2018 às 16h15min - Atualizada em 05/01/2018 às 16h15min

De “trader” falido, a investidor Milionário: empreendedor de sucesso dá a volta por cima após perder tudo na Bolsa de Valores

“Para Investir em ações é preciso tomar muito cuidado e ter um visão de Longo prazo” Afirma Israel Lucas Góis.

Assessoria de Imprensa

Foto: Imagem Ilustrativa
Jovens  brasileiros  sonham em ficar virar milionários da noite para o dia  na Bolsa de valores, os famosos “Trades” como são conhecidos, já movimentam mais de R$ 1 bilhão no mercado e representam cerca mais  6% do total de investidores  que movimentam o mercado Intraday na B3.  Mas para grande  parte dos especuladores  da bolsa  a quebra no mercado é quase certa e  muito Rápida. na maioria das vezes são jovens entre 18 e 30 anos  que sonham em se tornar milionários na Bolsa.

O investidor paranaense Israel Lucas Góis sabe bem como é a vida estressante de um “Trader”. Após vender a empresa da família, o Jovem de apenas 19 anos decidiu se aventurar no mercado de capitais e se torar um ‘’Trader’’, Do céu ao inferno, foram vários os episódios que marcaram a vida do Investidor, um jovem empreendedor audacioso e ambicioso com um apetite muito grande ao  risco.

Israel Lucas Góis Começou a operar na Bolsa muito cedo  estudando horas, Operando no mercado brasileiro e no mercado de moedas estrangeiras  mais conhecida como (Forex), “Dia Operava Pesado no mercado brasileiro, e a noite operava moedas no mercado americano No começo ganhei muito dinheiro no mercado, me  lembro que chegava a ganhar cerca de R$ 20 mil a R$ 100 mil reais por dia, Perdi meu Primeiro milhão tão rápido  quanto ganhei”. Afirma o Jovem investidor.

A ajuda do Banqueiro e a quebra na bolsa de valores

Em menos de 1 ano, Israel Lucas Góis  foi de especulador  bem sucedido a Trader  falido, perdendo tudo que  tinha ganho no mercado de capitais, Infelizmente uma realidade muito comum  no mercado financeiro se tratando de especuladores da bolsa, muitos investidores pessoas físicas  já Fizeram fortunas investindo no mercado financeiro, mas  a maioria  deles quebram tempos depois, o caso mais conhecido no mercado são os de Jesse Livermore um especulador americano famoso por quebrar várias vezes na bolsa, aqui no brasil o caso mais conhecido é o do especulador  Naji Nahas, Mais conhecido como ‘’O homem que quebrou a Bolsa de Valores do Rio’’.   

Israel Lucas Góis Sempre foi um Jovem muito bem relacionado no mercado de capitais, a maioria dos investidores Institucionais, Banqueiros, e grandes players do mercado Conheciam o Garoto pela audácia de Stopar posições de grandes bancos americanos no mercado brasileiro “operava através de um banco na qual eu era amigo dos sócios e eles me alavancavam para poder operar mais pesado no mercado. Acredito que esse foi meu principal erro, me alavanquei demais e comecei a tomar uma posição em dólar muito grande, e meu prejuízo começou a tomar uma proporção muito grande e acabei perdendo o controle. Ficou muito Foi quando o banco estopou minha posição, e fiquei com um prejuízo milionário no mercado, além disso perdi capital de investidores e amigos, isso acabou comigo”. 

Dando a Volta por cima 

Se recuperar de Prejuízos principalmente no mercado Financeiro é uma tarefa nada fácil. Com uma rede de relacionamento ampla, desde banqueiros a grandes empresários, foi nesse momento que o Jovem investidor teve uma de suas melhores ideias, como ele já avia vendido a empresa da Família, decidiu vender a empresa de um amigo com objetivo de   levantar capital para poder voltar para a operar na bolsa, mas as coisas tomaram uma proporção maior do que esperada e o investidor começou a ter um visão diferente sobre o mercado.

Após alguns meses em reuniões com vários investidores, Israel Lucas Góis recebeu uma ligação de um investidor americano interessado em comprar uma parte da empresa de seu amigo, ai as coisas começaram a mudar. 

Hoje Israel Lucas Góis  é sócio da e Fundador  Equity Brazil Capital , a Maior Empresa de RI ( Relacionamento com Investidores) da América Latina,  a empresa é focada em assessorar  investidores estrangeiros em operações no mercado brasileiro. Além disso, o investidor controla o BR Brazilian Investors um fundo de investimentos de capital próprio, seus investimentos são 80% destinados em empresas em economia real, porem o investidor investe em empresas na bolsa, mas com uma filosofia totalmente diferente.


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...