05/07/2019 às 09h54min - Atualizada em 05/07/2019 às 09h54min

Coluna Meio que Geek! S01E09! Entrevista com Eduardo Mosena da Square Enix!

David Prates
Eduardo trabalhou em em games como Ryse son of rome, Dark Souls 3, Bloodborne e outros.
.



Robocop estará de volta! E com a armadura original!!!

​É isso mesmo! Esqueça aquele Robocop do Padilha, com aquela armadura zuada, porque o novo Robocop vai manter o estilo dos anos 80. O diretor Neil Blomkamp, de Distrito 9 e Chappie, já está dando algumas respostas aos fãs, via Twitter, sobre a produção

Ele, por exemplo, revelou que o roteiro, assinado por Ed Neumeier e Michael Miner, a dupla que escreveu o filme de 1987, está sendo desenvolvido no momento.

De acordo com Blomkamp, o novo filme terá o espírito de Paul Verhoeven, o diretor do longa original.

"Script está sendo escrito. Indo bem! Imagine assistir Verhoeven fazendo uma sequência do original”, escreveu Blomkamp no Twitter, ao ser questionado sobre o status da produção.

Outro fã então perguntou se isso significava que voltaríamos a ver o traje original do RoboCop e a resposta foi positiva: “1 milhão% original”.



O novo diretor também confirmou que o filme terá cenas pesadas e adultas, com muitas explosões e sangue. O novo RoboCop será para maiores de 18 anos, bastante diferente da produção de Padilha, que era PG-13, ou seja, maiores de 13 anos já poderiam assistir.

A única decepção dos fãs, por enquanto, é que o ator Peter Weller não voltará a viver o trágico policial ciborgue. Embora tenha 71 anos, Weller era um sonho antigo de quem gostava da franquia, mesmo que fosse rejuvenescido digitalmente, como tem sido costume em Hollywood.

Ainda não tem previsão de lançamento.

Netflix confirma live-action de Sandman
 
Exatamente isso! E a série será escrita e produzida pelo próprio criador das histórias em quadrinhos Neil Gaiman, junto com David S. Goyer. A confirmação da série se deu por Channing Dungey, vice-presidente do setor de séries originais da Netlix:

“Estamos empolgados em uma parceria com a equipe brilhante formada por Neil Gaiman, David S. Goyer e Allan Heinberg para finalmente trazer a série icônica de quadrinhos de Neil, Sandman, à vida nas telas.”

O manifesto continua:

“Desde seus personagens ricos e narrativas para os mundos intricadamente construídos, estamos empolgados em criar uma série original épica que mergulha fundo neste universo multi-camadas amado por muitos fãs ao redor do mundo.”

Já a Netflix descreve a série como “Uma rica mistura de mito moderno e fantasia negra no qual ficção moderna, drama histórico e lendas são entrelaçados com perfeição.”

Se for 10% da hq, já será uma ótima série!

Dica de seriado da semana: Good Omens
 
E esse é maneiro hein, maratonei em um dia! Good Omens conta a história de um anjo e um demônio que se conhecem desde o início da humanidade, e sempre se encontram em alguns eventos bíblicos e históricos. Daí nos dias atuais, eles se encontram de novo por conta do anticristo, que vem a terra com a missão de juntar os 4 cavaleiros e iniciar o apocalipse.

Dado interessante, teve gente que entrou com pedido para a Netflix cancelar a série, dizendo que não se pode aceitar a amizade de um anjo com um demônio, porém a série é da Amazon Prime! kkkkkk 5 estrelas!

Entrevista com Eduardo Mosena da Square Enix
 
Meu nome é Eduardo Mosena profissional de computação gráfica 3D e desenvolvimento de jogos.

Sou o Chief Character Artist da Advanced Technology Division na Square Enix. Eu trabalho com a criação de personagens 3d e o desenvolvimento de tecnologias futuras que serão utilizadas pelos próximos 5 a 10 anos, em vários dos projetos realizados aqui na Square Enix.

Antes da Square-enix trabalhei em games como Ryse son of rome, Dark Souls 3 e Bloodborne e outros.
 
1- Qual foi sua primeira paixão nos videogames, e o que te influenciou na sua função atual? 
 
R- Eu jogo games desde que me conheço por gente, meu primeiro console foi um Atari como muitos de minha geração passando para o Master System e o NES logo em seguida. Eu adorava jogos como Alex Kid e Megaman acho que essas foram as primeiras paixões mas o game que para mim, depois de ter jogado me fez decidir "Eu quero fazer isso da vida" , foi o Final fantasy 7 que joguei quando eu tinha 13 anos.

Aos poucos comecei a pesquisar todas as áreas de desenvolvimento e como eu sempre fui um apaixonado por arte e especificamente personagens de quadrinhos e games a escolha de trabalhar nessa área aconteceu de forma natural.
 
2- Como foi entrar para a Square Enix? E se mudar para o Japão? 
 
R- Antes de vir ao Japão eu estava trabalhando com CG nos Estados Unidos. Quando eu estava trabalhando no Ryse, que na época, o jogo de lançamento do Xbox 1.Recebi o convite de ir ao japão e ajudar nas novas tecnologias e processos de criação de personagens na FromSoftware criadores do Dark Souls, Bloodborne, Demon`s Souls, etc.

Quando os projetos terminaram o convite da Square Enix aconteceu naturalmente, pois eles estavam procurando um especialista de personagem especializado em shaders físicos (PBR). Vir ao Japão foi uma decisão muito feliz. Trabalhar todos os dias na Square Enix ao lado dos ídolos de quando criança é realmente uma sensação incrível.
 
3 - Você tem tempo para assistir algum seriado? Se sim, qual você gosta? 
 
R- Atualmente meus favoritos são Stranger Things, Black Mirror e Love, Death & Robots.
Eu também curto umas coisas doidas tipo Happy e Dark. Penso que é importante a desenvolvedores de jogos estarem sempre ligados a todos os tipos de conteúdo, Games, Séries, Filmes, Comics, etc.
 
4-O que pode falar sobre o novo Final Fantasy? Qual seu preferido da franquia? 
 
R- Não posso revelar detalhes específicos do projeto, pois trabalhamos sempre com uma política de confidencialidade. O time está trabalhando muito para tentar entregar uma experiência nova, dentro dessa história tão amada por todos os fans da franquia.

O meu Final Fantasy preferido sem dúvida o 7!. Não apenas pelo jogo incrível que é mas por tudo o que representou na época que foi lançado. Uma obra prima!
 
5- Tem alguma dica para a garotada que sonha em trabalhar em alguma empresa grande de games?
 
R- A dica é, não se deixem intimidar por aqueles que dirão que é impossível chegar lá, acreditem, sejam dedicados e arrojados, que você terá a sua chance. Pode até demorar, mas uma hora chega.

Olhem nos sites das empresas, quais são os requerimentos para a posição que você quer ocupar, e tentem fazer um trabalho pessoal tão bom ou melhor que a empresa desejada. No começo não se limite a tentar somente na empresa sonhada mas tentem em todos os lugares possíveis, porque depois, com mais experiência e muito mais fácil de alcançar de empresa até você chegar onde sonha.




 
Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »