28/12/2020 às 15h51min - Atualizada em 28/12/2020 às 15h51min

Cuidados para a confraternização de fim de ano

Foto: Divulgação
Sem beijos e abraços? Com máscara e distanciamento? As festas de Natal e Ano-Novo serão diferentes em 2020. Isso, é claro, se você seguir todos os cuidados para evitar a contaminação pelo corona vírus. O ideal, inclusive, seria que as famílias e amigos não se encontrassem neste ano. A indicação é da própria OMS (Organização Mundial da Saúde), que disse que a "aposta mais segura" seria não realizar as reuniões familiares tão tradicionais nesta época.

Para famílias que já estão em convívio diário, a confraternização pode ser realizada seguindo os cuidados de higienização ao voltar da rua, por exemplo —adotados desde o início da pandemia. Agora, se a ideia é reunir vários grupos da família, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente se pessoas de grupo de risco estiverem no mesmo local.

Não é desejável juntar núcleos de famílias diferentes, essa é a regra número um. Mas sabemos que, no final do ano, as pessoas gostam de confraternizar. Então, a ideia é diminuir os riscos e minimizar as chances de transmissão

Então, é isso, caso você escolha fazer reuniões familiares ou entre amigos, saiba que não é possível realizá-las de forma 100% segura, "É um risco calculado que a pessoa irá correr. Ninguém pode dizer que teremos confraternizações seguras e tranquilas.

COMO MANTER A FORMA DEPOIS DAS FESTAS DE FIM DE ANO

 Como manter o equilíbrio entre não abandonar os nossos projetos (estilo de vida saudável, boa forma, performance esportiva e etc...) e participar dos eventos de final de ano?

Seguem algumas dicas para não perder o foco e todo esforço realizado ao longo do ano e não atrapalhar a performance nos treinos.

1. Encontre um horário para realizar exercício físico. Não deixe de treinar. Ajuda a diminuir o estresse do dia. Precisamos fazer o contrário, aumentar o nosso gasto calórico, já que iremos comer e beber mais do que o habitual. Aumente mais um dia de atividade física. Para aqueles que possuem acompanhamento individualizado converse com o seu treinador para adequar os treinos. Aproveite os dias mais claros e mais longos para fazer exercício.

2. Entre as festas de confraternizações mantenha o seu planejamento alimentar. Siga a sua rotina de alimentação, organize a sua semana, a compra dos alimentos\lanchinhos, já haverá muitas exceções, portanto organize os demais dias. Se o evento é à noite, mantenha o controle ao longo do dia até o momento do evento e faça negociações. Retome o programa alimentar como se nada estivesse acontecido. Volte ao controle e a organização.

3. Beba com moderação, lembrando que 1g de álcool possui 7 kcal

1 lata cerveja 350ml: 150 kcal\ 1 taça vinho tinto 175ml: 140 kcal

Intercale a ingestão de bebida alcóolica com muita água. Cuidado com os petiscos de bar, evite as frituras, dando preferência a: espetinhos, brusquetas, carpaccios, ceviches, sanduiche de filé, caldinho de feijão, filé aperitivo

4. Tente comer devagar, mastigando e degustando bem os alimentos. Existe uma comunicação entre o estômago e o cérebro que leva em torno de 15 a 20 minutos para sentirmos saciado. Lembrando que o prazer está na boca, quanto maior o tempo de contato do alimento na boca e na língua\papilas gustativas, maior é a sensação de prazer!

5. Não "tire férias" do seu treinador e da sua nutricionista, serão grandes aliados para minimizar os estragos das datas festivas. As comemorações de final de ano precisam ser negociadas, pois as datas realmente especiais ainda estarão por vir. A semana entre Natal e Reveillon, possui três encontros bem especiais, a ceia do dia 24, almoço de Natal e ceia\ Festa de Reveillon. Nestes eventos a comida possui simbolismo e tradições familiares, são preparações especiais feitas carinhosamente, portanto nestes dias é que devemos aproveitar e comer o que realmente gostamos, mas sempre com moderação e sem culpa.
 
Link
Marco Turrini

Marco Turrini

Professor de Educação Física, graduado com mais de 40 cursos de especialização.18 anos residindo e atuando na Itália. Com mais de 30 anos de profissão

Tags »
Relacionadas »
Comentários »