AtaNews Publicidade 728x90
29/01/2018 às 16h02min - Atualizada em 29/01/2018 às 16h02min

Compartilhar a cama com um bebê pode ser mais perigoso do que você imagina

Yah Notícias
A cama compartilhada foi um dos fatores associados a centenas de mortes, ao longo dos últimos cinco anos.(Foto: Getty)

Dormir ao lado do seu bebê pode parecer a maneira mais fácil de ficar de olho nele durante a noite, mas um novo estudo sugere que esta decisão acaba sendo mais prejudicial do que benéfica.

Embora possa ser reconfortante saber que, se algo acontecer, você estará por perto para lidar com a situação, dividir a cama com o bebê causa muitas mortes, todos os anos.

Uma nova pesquisa realizada no Reino Unido revelou que quase três bebês morrem por semana, em situações em que a “cama compartilhada” teve alguma influência.

Não é surpreendente que muitos pais mintam quando são questionados pelo médico a respeito disso.

Francine Bates, do Lullaby Trust, alertou: “Alguns pais escolhem dividir a cama com seus bebês, mas nós recomendamos que eles levem os fatores de risco em consideração”.

Se os pais rolarem na cama, acidentalmente, podem esmagar o bebê e causar sufocamento ou superaquecimento.

A chance de que isso aconteça aumenta no caso de pais que fumam, consomem álcool ou drogas, ou estão muito cansados.

“O risco também é grande se o bebê é prematuro ou nasceu com o peso abaixo da média,” acrescentou Bates.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »