AtaNews Publicidade 728x90
18/01/2018 às 09h45min - Atualizada em 18/01/2018 às 09h45min

Polícia Ambiental apreende lagostas vendidas ilegalmente e doa para asilo

Manjubas e siris também foram localizados sendo pescados de forma proibida.

SSP
Foto: Polícia Ambiental

A Polícia Militar realizou uma série de ações contra pesca e venda ilegal de pescado e crustáceos, na terça-feira (16), no litoral paulista.

Em dois pontos do rio Ribeira de Iguape ocorreram flagrantes da pesca ilegal de manjuba, a espécie está protegida pelo defeso – época em que ocorre a reprodução da espécie.

Um dos homens se jogou ao rio na tentativa de fugir da fiscalização, o outro praticava a pesca na modalidade arrasto. Eles foram detidos e autuados em R$ 5 mil.

Em seguida, no Mar Pequeno, também em Iguape, cerca de 100 siris foram devolvidos ao habitat natural. Eles foram apreendidos com um pescador, que não possuía licença para a atividade, ainda nas armadilhas.

No Guarujá, o flagrante foi de comércio ilegal de lagostas das espécies vermelha e cabo verde. Elas também estão protegidas pelo período de reprodução. O proprietário do estabelecimento comercial não possuía documento de origem dos exemplares, que foram doados ao Asilo São Vicente de Paulo.
 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »