24/07/2021 às 20h01min - Atualizada em 24/07/2021 às 20h01min

Lançada ferramenta que faz diagnóstico da situação financeira do brasileiro

O índice auxilia o cidadão saber se precisa melhorar a gestão das finanças

Governo de São Paulo
Foto: Imagem Ilustrativa
Como anda sua saúde financeira? Está equilibrada ou precisa melhorar? Uma ferramenta gratuita lançada dá ao cidadão respostas a essas perguntas. É o Índice de Saúde Financeira do Brasileiro (I-SFB) desenvolvido pelo Banco Central do Brasil e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

O índice é uma ferramenta de diagnóstico que, junto com a educação financeira, pode auxiliar o brasileiro a equilibrar as finanças.

Após o cidadão responder a 15 perguntas, o índice é calculado em uma escala de 0 a 100 pontos e indica o nível de saúde financeira do usuário entre sete faixas: ótima, muito boa, boa, ok, baixa, muito baixa e ruim.

Ter um bom I-SFB significa, por exemplo, ser capaz de cumprir as obrigações financeiras, de tomar boas decisões relacionadas às finanças, sentir-se seguro quanto ao presente e ao futuro financeiro e ter disciplina e autocontrole para cumprir objetivos.

Com a ferramenta, o usuário ainda tem a possibilidade de acompanhar a evolução de sua saúde financeira ao longo do tempo e compará-la com a média brasileira.

A partir do resultado obtido, aqueles que não obtiveram um bom índice podem buscar iniciativas de educação financeira para melhorar as finanças.

“Esse índice vai permitir aos próprios cidadãos realizarem um diagnóstico de sua situação financeira e acompanhar sua evolução ao longo do tempo. Com isso, os próprios cidadãos vão poder traçar objetivos e tomar melhores decisões de forma a ter uma gestão financeira mais eficiente e mais saudável”, disse o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta do Banco Central, Mauricio Moura.

Educação Financeira
Está previsto para outubro o lançamento da Plataforma de Educação Financeira Meu Bolso em Dia, pelo Banco Central e Febraban. A ideia é oferecer ações de educação financeira aos usuários utilizando o I-SFB como principal ferramenta para análise da situação financeira de cada usuário. O serviço será gratuito.

Orçamento apertado
Para coletar dados e construir o modelo do Índice de Saúde Financeira do Brasileiro, foi realizada uma pesquisa com 5.220 pessoas de diversas regiões, classes econômicas e faixas etárias.

O resultado mostra que o Índice de Saúde Financeira do Brasileiro é de 57 pontos, indicando uma vida financeira equilibrada, mas com pouca margem para erros. No total, 48,3% estão abaixo da faixa média e 41,6% estão acima.

Além disso, 69,4% têm gastos iguais aos seus ganhos ou gastam mais do que ganham; 58,4% indicam que de alguma forma as despesas e compromissos financeiros são motivo de estresse em casa; 62% consideram que a maneira como cuidam do dinheiro não os permite aproveitar a vida; apenas 21,9% dariam conta de uma despesa inesperada grande; e não mais que 37,9% conseguem perceber que precisam buscar orientação.

“O índice também vai permitir que seja realizado um diagnóstico amplo da saúde financeira de toda a população brasileira. Para o sistema financeiro, esse diagnóstico vai possibilitar o desenho e a oferta de produtos e serviços financeiros mais adequados às reais necessidades de seus clientes e usuários. Para o setor público, o índice trará informações mais sólidas e o desenvolvimento e a melhora de políticas públicas voltadas à educação e à inclusão financeira”, explicou Maurício Moura.

O índice foi construído ao longo de um ano com a participação de especialistas do setor financeiro e da academia para elaborar um modelo ajustado à realidade dos brasileiros.

E como está a sua saúde financeira? Calcule o índice e saiba mais aqui.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »