23/07/2021 às 12h54min - Atualizada em 23/07/2021 às 12h54min

Olimpíada de Tóquio 2020: as imagens da abertura dos Jogos

BBC
Os porta-bandeiras do Brasil Bruno Mossa Rezende e Ketleyn Quadros lideraram a delegação durante o desfile
Após adiamento de um ano, a cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio aconteceu nesta sexta-feira (23) no Estádio Olímpico de Tóquio, na capital japonesa. Na abertura da 32ª edição dos Jogos Olímpicos, a tenista japonesa Naomi Osaka foi a responsável por acender a Pira Olímpica portando a Tocha Olímpica.


A presidente do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Seiko Hashimoto, foi a primeira a discursar no evento.

“Seguindo os desafios, a primeira vez que uma Olimpíada foi adiada na história, os Jogos de Tóquio 2020 finalmente começam hoje. As esperanças se conectaram uma a uma através de muitas mãos, de muitas pessoas, e agora estamos na posição de dar boas vindas para esse dia. Todo mundo sofreu e enfrentou enormes desafios por causa da covid-19. (…) Depois de meio século os Jogos Olímpicos voltaram para Tóquio, agora vamos fazer de tudo para que esses Jogos se tornem uma fonte de orgulho para as gerações futuras”.

Depois foi a vez do presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) Thomas Bach passar a sua mensagem.

“Hoje é um momento de esperança, muito diferente do que todos nós imaginávamos. Mas vamos valorizar este momento porque finalmente estamos todos aqui juntos, com os atletas de 205 Comitês Olímpicos Nacionais e a Equipe Olímpica de Refugiados, vivendo sob o mesmo teto juntos na Vila Olímpica. Este é o poder de unificar que o esporte tem. É a mensagem de solidariedade, a mensagem de paz e de resiliência. Isso dá a todos nós esperança para nossa jornada futura juntos. Nós só podemos estar juntos por causa de vocês, povo japonês.”

A tenista japonesa, Naomi Osaka, acendeu a Pira Olímpica em clima de emoção. - Stefan Wermuth/Reuters/Direitos Reservados

A tenista japonesa, Naomi Osaka, acendeu a Pira Olímpica em clima de emoção. - Stefan Wermuth/Reuters/Direitos Reservados


Logo após os discursos, o imperador Naruhito, autoridade máxima do país, declarou oficialmente aberto os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Posteriormente, a bandeira olímpica foi hasteada ao lado da bandeira japonesa. Na sequência, tivemos o revezamento da Tocha Olímpica no estádio, que terminou nas mãos de Naomi Osaka.

Outros momentos da cerimônia
No início da cerimônia, a bandeira japonesa hasteada. Em seguida tivemos a apresentação dos aros olímpicos iluminados por lanternas, importantes símbolos da cultura do país anfitrião.

A cultura e tradição japonesas também ficaram evidentes na cerimônia, com dançarinos vestidos em homenagem aos bombeiros voluntários japoneses, uma tradição secular no Japão.

Conforme a tradição, a Grécia foi a primeira delegação a desfilar no evento. Na sequência, tivemos o Time Olímpico de Refugiados, formado por pessoas que não podem competir pelo país de origem.

Logo depois, foi respeitada a ordem alfabética de acordo com o alfabeto japonês katakana e a grafia na língua do país. As exceções ficaram por conta das três últimas equipes a entrarem: Estados Unidos, França e Japão – que fecharam a parada das nações. A delegação brasileira foi a 151ª a se apresentar.Dos 302 competidores brasileiros classificados para os Jogos, apenas quatro (número mínimo exigidos pelo COI) desfilaram, medida tomada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) visando a prevenção do contágio de covid-19. O jogador de voleibol Bruninho e a judoca Ketleyn Quadros foram os porta-bandeiras do Time Brasil.


Proibidos de competirem com a bandeira e o nome do país (nem o hino russo pôde ser executado) devido a punições por parte da Agência Mundial Antidopagem (WADA) e da Corte Arbitral do Esporte (CAS), os atletas russos desfilaram representando o Comitê Olímpico Russo (ROC, na sigla em inglês).

Após o desfile, foi a vez do juramento dos atletas, que acontece desde os Jogos Olímpicos de Antuérpia (1920, na Bélgica), prometendo competir de maneira limpa e justa.

A cerimônia prosseguiu com uma atuação de artistas celebrando a diversidade e a inclusão nos Jogos Olímpicos. Além disso, drones formaram o símbolo da Olimpíada de Tóquio e um globo terrestre, acompanhada da trilha sonora Imagine, do cantor e compositor britânico John Lenon.

Boa parte da trilha sonora da cerimônia foi composta por músicas de jogos de videogame que ficaram marcados na história, como Final Fantasy, Monster Hunter, Dragon Quest, Sonic the Hedgehog e Chrono Trigger.

Homenagem às vítimas da covid-19
A abertura da 32ª edição dos Jogos Olímpicos ficou marcada pela ausência de público devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Esta foi a primeira vez na história que a abertura oficial aconteceu sem a presença de espectadores.

Com um minuto de silêncio, a festividade aproveitou para homenagear as vítimas em todo o mundo acometidas pelo vírus. Além disso, tivemos a apresentação de atletas se exercitando de forma isolada, representando a dificuldade dos competidores de treinar em meio à pandemia. Umas das destaques deste momento, foi a boxeadora japonesa Arisa Tsubata, que não conseguiu se classificar para os Jogos porque as seletivas foram canceladas.

Una coreografía hecha con hilos rojos sirvió para resaltar el deporte

Una coreografía hecha con hilos rojos sirvió para resaltar el deporte


Música e bandeiras
A cerimónia começou com uma homenagem aos atletas que se esforçaram para chegar a Tóquio 2020, com o lema "Unidos pela emoção".

Vários atletas japoneses representaram esse esforço com uma coreografia no meio do Estádio Olímpico de Tóquio. Uma bela dança feita com fios vermelhos, que simbolizam a torção dos músculos dos atletas preencheu o campo do estádio.

Depois disso, o imperador Naruhito e o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, foram apresentados. Em seguida surgiu a bandeira do Japão, que foi hasteada enquanto a famosa cantora japonesa Misia cantava o hino nacional.

A cerimônia continuou com uma homenagem aos milhões que morreram da pandemia de covid-19.

Camarões foi uma das delegações mais marcantes durante o desfile de delegações

Camarões foi uma das delegações mais marcantes durante o desfile de delegações


História do Japão
A longa história do Japão também esteve presente na abertura e uma série de danças e sapateados mostraram como o país anfitrião se formou e passou a ter a riqueza cultural que o caracteriza.

Em seguida se formaram os cinco anéis olímpicos no meio da quadra do estádio, com fogos de artifício no céu de Tóquio. Uma homenagem especial foi feita ao economista Muhammad Yunus, Prêmio Nobel de Economia.

Um dos momentos mais emocionantes foi a entrada das delegações, começando com a Grécia, país criador dos Jogos, e terminando com o Japão, o anfitrião.

A enviada especial da BBC News Mundo, Tamara Gil, relatou que houve protestos contra a realização dos Jogos Olímpicos no lado de fora do estádio. Atualmente Tóquio e várias cidades japonesas estão em estado de emergência devido ao covid-19.

Com a cerimônia ainda em andamento, confira abaixo algumas das imagens mais marcantes até agora.

A cerimônia começou com uma bela coreografia onde predominou a cor vermelha

A cerimônia começou com uma bela coreografia onde predominou a cor vermelha


Uma das partes da cerimônia de abertura

Uma das partes da cerimônia de abertura


A cantora Misia canta o hino nacional do Japão.

A cantora Misia canta o hino nacional do Japão.


Vários atletas japoneses participaram da primeira parte da cerimônia

Vários atletas japoneses participaram da primeira parte da cerimônia



Fora do estádio houve protestos contra a realização dos Jogos em meio à pandemia

Fora do estádio houve protestos contra a realização dos Jogos em meio à pandemia


Uma imagem rara para abertura de uma Olimpíada: as arquibancadas vazias

Uma imagem rara para abertura de uma Olimpíada: as arquibancadas vazias


Fogos de artifício marcaram a cerimônia

Fogos de artifício marcaram a cerimônia


Malia Paseka e PitaTaufatofua foram porta-bandeiras de Tonga

Malia Paseka e PitaTaufatofua foram porta-bandeiras de Tonga


Cerimônia teve muitas performances

Cerimônia teve muitas performances


Lema olímpico não poderia faltar

Lema olímpico não poderia faltar


Globo de drones foi um dos destaques da festa

Globo de drones foi um dos destaques da festa


Espaço aéreo foi fechado para o show

Espaço aéreo foi fechado para o show


Atleta do Sudão durante o desfile

Atleta do Sudão durante o desfile


Cerimônia teve centenas de participantes

Cerimônia teve centenas de participantes


Chama olímpica é transferida entre tochas

Chama olímpica é transferida entre tochas


A tenista japonesa Naomi Osaka acendeu a pira olímpica

A tenista japonesa Naomi Osaka acendeu a pira olímpica


Pianista se apresenta na cerimônia de abertura de Tóquio 2020

Pianista se apresenta na cerimônia de abertura de Tóquio 2020


Cerimônia foi realizada sem público

Cerimônia foi realizada sem público


Delegação japonesa entra no estádio

Delegação japonesa entra no estádio


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »