18/02/2021 às 15h38min - Atualizada em 18/02/2021 às 15h38min

Governo de SP lança Programa de Desenvolvimento Paralímpico

Para dar visibilidade ao esporte paralímpico, iniciativa capacitará professores de educação física do estado de São Paulo

Governo do Estado de São Paulo
Foto: Divulgação

O Governo de São Paulo, por meio das Secretarias de Estado de Esportes e dos Direitos da Pessoa com Deficiência, está lançando o projeto Paradens (Programa de Desenvolvimento Paralímpico), que tem como objetivo fomentar o esporte paralímpico de base.

Entre as principais ações do Paradens, a Capacitação Técnica dará a oportunidade dos professores de educação física da rede pública, privada, de entidades e clubes do estado de São Paulo de adquirirem conhecimento teórico e prático do esporte paralímpico. Além desses profissionais, os alunos de graduação do último ano de Educação Física também poderão se inscrever.

As aulas práticas da Capacitação contarão com a aplicação de conceitos e técnicas, fundamentos básicos e adaptações necessárias para iniciar e dar continuidade ao processo educativo-esportivo nas seguintes modalidades: Bocha, Natação, Goalball e Vôlei Sentado e serão realizadas em nove locais distintos, sendo eles as oito Regiões Esportivas do Estado, mais a cidade de São Paulo.

Em cada região serão disponibilizadas 50 vagas para as capacitações. As informações, conteúdo programático da capacitação e formulário de inscrição estão disponíveis no site www.paradens.com.br .

Ações do Paradens

O Programa de Desenvolvimento Paralímpico terá como ações o mapeamento das entidades que trabalhem com Paradesporto no estado de São Paulo; Criação de um banco de dados oficial do Estado para consulta pública online e gratuita; Homologar entidades para fazerem parte do “Quadro da Secretaria de Esportes” no Portal, oferecendo por meio de visitas uma consultoria geral para implementar melhorias e alavancar a qualidade das entidades, além de uma consultoria administrativa focada na gestão do esporte paralímpico; Capacitação Técnica para profissionais de educação física que trabalhem com o paradesporto ou pretendam inserir nas entidades e escolas do estado de São Paulo.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »