09/04/2018 às 14h20min - Atualizada em 09/04/2018 às 14h20min

Moradores denunciam morte e esquartejamento de gatos em Goiânia (GO)

Em um grupo de mensagens, condôminos dizem que animais têm que morrer. Foram encontrados três gatos dentro de uma sacola plástica.

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais
Mensagens ameaçam gatos de morte em condomínio de Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Moradores denunciam que gatos foram mortos e esquartejados em um condomínio de luxo de Goiânia (GO). Os animais foram encontrados com sinais de maus-tratos. Em um grupo de mensagens, algumas pessoas fizeram ameaças à presença dos animais em algumas casas. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Três gatos foram encontrados mortos dentro do condomínio. Eles estavam dentro de uma sacola plástica e foram deixados embaixo da escada de uma moradora. “Esses animais que nós encontramos mutilados estavam em estado de decomposição há três ou quatro dias”, disse a estudante Ana Gabriela Maia, que está com dois gatos desaparecidos.

A suspeita é que algum condômino esteja matando os animais. Algumas ameaças foram feitas em um grupo de mensagens do condomínio por pessoas que não gostam da presenta dos gatos próximos as suas residências.

“Uma moradora disse que tinha que matar essas pragas. Essas foram as palavras dela. E um casal de moradores disse que iam dar um jeito nos gatos, que eles não iam passar daquela noite”, afirmou a estudante.

Fiscais da Agência Municipal do Meio Ambiente estiveram no local para fazer uma vistoria. O órgão esclareceu que vão fazer um relatório com os depoimentos dos moradores e esse documento será enviado à Polícia Civil. O objetivo é ajudar nas investigações e descobrir como e o porquê dos animais foram mortos.

A morte dos animais deixou muitos moradores revoltados e com medo. “Foi brutal o que aconteceu. Eu acho que a pessoa que fez isso fez propositalmente, para mostrar para todo mundo do que é capaz. Esquartejar um gatinho, ter deixado na casa de uma moradora, isso é muita crueldade”, explicou a biomédica Luciana Borges.

A Delegacia Estadual de Meio Ambiente informou à TV Anhanguera que enviou agentes ao condomínio e já apura o crime.

Já o Condomínio Alphaville Araguaia disse que está colaborando com as investigações.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »