15/09/2020 às 14h31min - Atualizada em 15/09/2020 às 14h31min

7 séries para quem gosta de dramas psicológicos

Com personagens complexos, nuances de dramas fazem sucesso nos serviços de streaming

Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação
Uma boa série faz com que assistimos aos episódios de forma contínua. Essa modalidade de produção audiovisual ganhou muita força nos últimos anos devido a grande adesão do público. Por serem mais extensas que filmes, a produção de séries possibilita aos criadores desenvolver temas complexos de forma mais abrangente.

Ao mesmo tempo, as séries permitem que os roteiristas elaborarem personagens de maneira mais ampla, convidando o espectador a acompanhar suas mudanças e dilemas no decorrer da trama e suas temporadas. Nem precisamos dizer que um personagem bem construído já é motivo suficiente para não sair do sofá.

Um gênero de série que tem ganhado cada vez mais popularidade são os dramas psicológicos, exatamente pela complexidade dos personagens e das narrativas. Em geral, esse é o tipo de série que vai te deixar ansioso pelo próximo episódio.
 

Maniac

Com apenas uma temporada e 10 episódios, Maniac apresenta uma junção bem harmonizada de psicologia, fantasia e tecnologia. A narrativa é ambientada em um futuro distópico, em que Owen e Annie, os personagens principais, experienciam algum tipo de distúrbio.

Enquanto Owen sofre de esquizofrenia paranoide, Annie é viciada em drogas. Os dois se conhecem num laboratório que realiza testes para o desenvolvimento de um medicamente que proporciona a cura para os problemas mentais. Nos testes, o espectador é apresentado às fantasias de ambos os personagens, numa verdadeira imersão em suas mentes.
 

BoJack Horseman

Solidão, depressão e insatisfação orbitam a vida do personagem antropomórfico BoJack Horseman, um decadente astro de Hollywood que sonha em voltar a ser relevante. A série disseca seus dramas pessoais e é muito elogiada por sua direção criativa. A ideia de personagens animalizados, por exemplo, é uma manifestação estética da dificuldade em se identificar com as dinâmicas da humanidade.
 

Bates Motel

A série acompanha a vida e a difícil relação entre Norma e seu filho Norman, que sofre de um tipo de transtorno dissociativo de identidade, possivelmente ocasionado por traumas que permeiam a sua história e de sua família. A série é inspirada no clássico do gênero, Psicose, de Alfred Hitchcock. Assim, Bates Motel propõe-se a contar a história que antecede o filme.
 

Legion

O protagonista da série Legion, David Haller, é um mutante que tentou suicídio depois de uma crise esquizofrênica. Isso, por si só, já tornaria a produção interessante, mas a narrativa vai além. A série apresenta um conjunto de heróis que, na verdade, só existem na cabeça de David, sendo ele, o narrador dessa história.
 

Black Mirror

Uma das séries com maior audiência em toda a história, Black Mirror conquistou uma legião de fãs. Um dos diferenciais da série é que os episódios não são sequenciais. Ou seja, um capítulo não sucede, nem antecede outro. Assim, o telespectador pode construir sua própria narrativa ao escolher a sequência de episódios que preferir.

Black Mirror apresenta uma especulação sobre o comportamento humano na sociedade contemporânea de outras épocas. A série reúne nossos medos e desejos com relação aos avanços tecnológicos e o impacto que essas ferramentas teriam em nossa saúde mental e bem-estar.
 

The Sinner

Cora, protagonista de The Sinner, é uma complexa personagem que sofreu diversos abusos, tanto psicológicos, quanto sexuais. Para completar o drama, A personagem também não se lembra de dois meses de sua vida, possivelmente por uso excessivo de drogas.
Já no primeiro episódio, Cora comete um homicídio em uma situação que era, inicialmente, de comemoração. O desenrolar da série se dá a partir das investigações desse assassinato.
 

Atypical

A série aborda a vida de uma pessoa diagnosticada com Transtorno do Espectro do Autista, Sam, protagonista de Atypical. O jovem garoto nos convida a explorar sua mente, suas relações e o mundo ao seu redor. A série é bastante elogiada pela humanização do personagem, que jamais é tratado como alguém incapaz.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »