23/03/2018 às 09h46min - Atualizada em 23/03/2018 às 09h46min

Responsável por canil clandestino onde foram encontrados 77 cães pode ser multados em R$ 41 mil

Os cachorros foram resgatados e receberão avaliação veterinária.

ANDA Agência de Notícias de Direitos Animais
Os responsáveis pelo canil clandestino em Jaraguá do Sul (SC), onde foram encontrados aproximadamente 80 cãezinhos em condições desumanos e degradantes, podem ser autuados por crime ambiental e multados em até R$ 41 mil.

Uma relatório realizado pela Polícia Militar Ambiental será enviado ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O dono do local também será autuado pela Vigilância Sanitária devido à falta de alvará, condições mínimas de higiene e ausência de documentos e carteira de vacinação dos animais.

Os cães estão atualmente sob a guarda temporária da Associação Jaraguaense Protetora dos Animais, que se responsabilizou pelo atendimento veterinário e cuidados dos animais. Infelizmente os cachorros ainda não poderão ser disponibilizados para adoção, mas já existe um processo em andamento para que os antigos responsáveis não retomem a guarda dos cães.

Enquanto aguardam a decisão judicial, os cachorrinhos ficarão em lares temporários.

Entenda o caso

Aproximadamente 80 cães, entre adultos e filhotes, foram encontrados em condições precárias e desumanas em um canil clandestino na cidade de Jaraguá do Sul (SC). Havia muitas fêmeas grávidas e os animais estavam doentes, sem comida e sem água disponíveis.

O resgate foi realizado após moradores denunciarem o caso a protetoras de animais. O canil ficava em uma propriedade rural e aprisionava cães das raças pug, bulldog francês, yorkshire, pequinês e chihuahua com o objetivo de forçá-los a se reproduzirem para venderem os bebês.

Os cachorros foram resgatados e receberão avaliação veterinária. Estão severamente debilitados e ficarão em lares temporários recebendo cuidados. Os responsáveis pelo canil não foram identificados ainda, mas responderão por crime ambiental e poderão ser sentenciados a até um ano de detenção, além de multa.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »