23/03/2018 às 09h37min - Atualizada em 23/03/2018 às 09h37min

Motivo de orgulho para os paulistas, Poupatempo tem 99% de aprovação

Conheça o Programa que realiza 150 mil atendimentos por dia em 72 unidades espalhadas por todo Estado de São Paulo

Governo do Estado de São Paulo
Coleta biométrica, implantada em todas as unidades do Poupatempo, decretou o fim da tinta para identificação digital
Pensando na qualidade e na facilidade da oferta de serviços públicos, o Governo do Estado de São Paulo criou em 1997 o Programa Poupatempo. Até então, os brasileiros chegavam a enfrentar maratonas para conseguir tirar até os documentos mais simples.

Sendo assim, a ideia surgiu com o intuito de reunir diversos órgãos e entidades públicas em um só lugar para tornar o atendimento à população mais eficaz e menos burocrático. Atualmente, são mais de 400 tipos de assistências prestadas em um só Programa.

Carlos Turano, 56 anos, ressalta a agilidade do programa.“Já utilizei para tirar o meu RG e renovar a carteira de habilitação. Antes era muito difícil, era preciso ir a diversos lugares, agora tudo se consegue em um lugar só e os atendentes são todos muito educados e simpáticos.”



Diante disso, o Poupatempo é motivo de orgulho para todos os paulistas. O serviço é o mais bem avaliado e conta com 99% de aprovação do cidadão. Desde então, o Programa busca ampliar e modernizar os seus atendimentos para estabelecer um vínculo cada vez maior com os usuários.

“Desde 2011, o Poupatempo inaugurou 47 novos postos fixos em todas as regiões do Estado e vive agora a sua segunda revolução: prioriza os serviços eletrônicos prestados pela internet e em aplicativos para telefone celular, terminais de autoatendimento e outras novidades que facilitam a vida dos cidadãos”, comtempla o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

No ano passado, o Poupatempo comemorou 20 anos com mais de 580 milhões de atendimentos. Hoje, são 13,3 mil funcionários trabalhando nas 72 unidades, sendo 71 fixas e 1 móvel.

“No momento em que o Poupatempo completa 20 anos, nosso desafio é prover infraestrutura para serviços públicos que ‘enxerguem’ o cidadão como um indivíduo único e permitam a esse indivíduo encontrar no governo uma única porta de entrada para os diferentes serviços oferecidos. O caminho para mais essa conquista é a virtualização, tecnologia que vai permitir também ao Estado se antecipar às necessidades dos usuários”, explica o coordenador de Serviços ao cidadão da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo, José Valter da Silva Júnior.



Evolução de um serviço qualificado

Em 1997, meses após o anúncio do projeto, o Estado inaugurou a sua primeira unidade no bairro da Sé, no centro da capital paulista. Mario Covas, então governador, mostrou que um serviço como este seria capaz de se tornar referência para outras cidades do país, bem como para o exterior.

Para facilitar a comunicação com os usuários, o Programa criou, no ano seguinte, um website para reunir informações sobre os postos, serviços disponíveis, horários de atendimento e endereço das unidades.

Outras unidades foram sendo implementadas no interior paulista e, cada vez mais, tinham a aprovação de grande parte da população. Em apenas três anos, o Poupatempo já registrava 10 milhões de atendimentos prestados.

Nos anos 2000, o Programa acompanhou as mudanças da época e rapidamente modernizou o seu atendimento. Um novo site foi criado para incorporar dados estatísticos de assistência de cada unidade, pesquisa de satisfação, espaço para notícias e canal de contato direto com o cidadão. Essa tecnologia também permitiu a instalação do e-poupatempo, uma área de atendimento eletrônico que possibilitou a criação do Boletim Eletrônico do Ocorrência, Agência Virtual da Sabesp, entre outros projetos.

No final de 2004, o Programa ultrapassou a marca de 100 milhões de atendimentos prestados. Com a criação do Disque Poupatempo, o serviço distribuiu melhor a demanda de atendimentos durante todo o horário de expediente das unidades, bem como proporcionou mais conforto aos cidadãos. Outra novidade também veio para o Detran, que passou a incorporar coleta biométrica para serviços de CNH.

Sempre pensando em aproximar o contato com o cidadão, o Estado criou a terceira geração do site e, em seguida, entrou para as redes sociais. O Twitter foi um dos canais essenciais para difundir informações e novidades do programa. Igualmente com a fanpage do Facebook, que ganhou milhares de fãs em um curto espaço de tempo.

No final de 2010, o Poupatempo possibilitou que o cidadão marcasse dia e horário para ser atendido eletronicamente, por meio do site.

A primeira unidade do Novo Detran (antiga Ciretran) foi integrada ao Poupatempo de Guarulhos, em 2012. Além da CNH e do Licenciamento, o órgão passou a oferecer serviços de veículos.

À medida que foram inauguradas novas unidades, o Estado buscava aperfeiçoar e modernizar os seus atendimentos. Em 2014, com o novo posto de Americana, foi instaurada a coleta biométrica para RG no interior paulista.



Dessa forma, o sistema possibilitou que o cidadão não precisasse mais entintar os dedos ao solicitar sua Carteira de Identidade e nem levar a foto 3×4. Tanto as impressões digitais, quanto a foto e a assinatura passaram a ser coletadas eletronicamente e armazenadas. Isso aprimorou o banco de informações da Polícia Civil do Estado e agilizou a emissão da segunda via do documento.

Para facilitar ainda mais o canal com o usuário, foi lançado em 2016 o aplicativo SP Serviços para informar de forma rápida, pelo celular ou tablet, atendimentos dos principais órgãos do governo estadual. Desenvolvido pela Prodesp, empresa de Tecnologia da Informação do Governo de São Paulo, o aplicativo está disponível gratuitamente para os sistemas iOS e Android.

“O Poupatempo 2ª Geração, como foi batizada essa nova evolução [a partir de 2014], mais uma vez aposta alto no uso da tecnologia para ampliar a oferta de serviços eletrônicos ao cidadão, simplificar os canais físicos de atendimento e reduzir custos estruturais”, comenta o presidente da Prodesp, Célio Bozola.

Também no ano de 2016, a grande novidade foi a implantação de 64 totens de autosserviços em 19 postos. A ideia é fazer com que os serviços sejam mais rápidos sem que o cidadão precise ir fisicamente a uma unidade Poupatempo.

E não para por aí. No ano passado, depois de 20 anos de existência, o Programa anunciou o Poupinha, um atendente virtual que dá informações pela internet e marca dia e hora para os usuários em uma das 72 unidades. O serviço está disponível no Portal do Poupatempo e no Messenger, do Facebook.

Mais informações sobre os serviços e agendamentos, é só clicar aqui.


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »