15/04/2020 às 10h13min - Atualizada em 15/04/2020 às 10h13min

Governo Federal cria grupo de ações estratégicas para recuperação econômica

Ministro da Infraestrutura afirma que programas de concessão serão importante alavanca de retomada do crescimento

Governo do Brasil
Coletiva de Imprensa com os ministros no Palácio do Planalto sobre as ações de enfrentamento ao Covid-19 Foto: José Dias/PR
Ontem (14), o ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, informou que foi criado um grupo de trabalho de coordenação de ações estruturantes e estratégicas para a recuperação, voltado para o trabalho pós a pandemia de recuperação, crescimento e desenvolvimento do Pais, em resposta aos impactos relacionados coronavírus.

"O Governo Federal continua firme no propósito de salvar vidas e manter empregos e, atendendo à determinação do presidente", afirmou, anunciando que o programa deve se chamar Pró-Brasil.

Uma das chaves da recuperação econômica, segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, são os programas de concessão, que continuam em andamento, por meio de contatos com investidores estrangeiros e da estruturação dos projetos, mesmo durante o período de pandemia. 

"Estamos percebendo o investidor estrangeiro interessado nos nossos projetos. Ou seja, o interesse não caiu, pelo contrário, aumentou. E a gente está vendo o seguinte: o programa de concessão vai prosperar e vai ser uma alavanca importante de retomada, de recuperação de emprego e de investimento na nossa infraestrutura"declarou.

Equipamentos 
Por meio de ação conjunta entre ministérios da Saúde e da Infraestrutura, o governo vai transportar 960 toneladas de equipamentos da China para o Brasil nas próximas seis semanas em 40 voos. "É realmente uma operação de guerra que começa amanhã", declarou Freitas.

O material chega a Guarulhos, São Paulo, de onde vai para a central de distribuição do Ministério da Saúde, e então será distribuído para  resto do Brasil, por meio de voos domésticos, por transporte terrestre e ainda com o apoio da Força Aérea.

"Essa primeira carga, a gente está falando de 53 toneladas, são 15 milhões de máscaras. Nós testamos, ao longo da semana passada, com os voos da Vale, que trouxeram kits e também EPIs, várias rotas, não é? Então, nós temos, aí, conseguimos estabelecer algumas rotas seguras" explicou o ministro Tarcísio, citando que duas dessas rotas são via Oriente Médio e via África.

Braga Netto explicou que o governo recebeu remessa de itens doados pela Vale composta por um milhão de testes rápidos, 660 mil máscaras e 40 mil aventais.

Auxílio emergencial
O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, fez um balanço do programa de auxílio emergencial, lançado na semana passada. Ele informou que o Ministério dividiu em três grandes grupos o auxilio emergencial e fez uma primeira triagem nos escritos no Cadastro Único, que contém 75 milhões de cidadão brasileiros, dos quais 65 milhões tem CPF.

Desse total, 5,9 milhões de pessoas já receberam o auxílio, e parte dos beneficiários já contemplados recebeu por meio da abertura de uma conta de poupança digital na Caixa. 

Mulheres chefes de família, de acordo com o ministro, começaram a receber nesta terça-feira (14) a primeira parcela do auxílio emergencial. O governo estima que cerca de três milhões de mulheres nessa situação recebam o benefício. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »