23/08/2019 às 11h07min - Atualizada em 23/08/2019 às 11h07min

Secretaria de Cultura e Turismo e Consecult abrem Mapeamento Cultural e Artístico de Birigui

Assessoria de Imprensa
A  Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur) de Birigui e o Conselho Municipal de Cultura (Consecult) estão realizando um Mapeamento Cultural e Artístico do município.

O Mapeamento é um espaço para integrar e dar visibilidade aos fazedores de cultura e seus projetos, espaços e eventos. A meta é cadastrar artistas, produtores e gestores.

“Os que se enquadram neste segmento podem colaborar com a gestão da Secultur, oferecendo informações sobre suas iniciativas, preenchendo seu perfil de agente cultural. Neste espaço, estão registrados artistas, gestores, produtores e instituições. Teremos uma rede de atores envolvidos na cena cultural de Birigui”, explicou o secretário municipal de Cultura e Turismo, Paulo Bernardes.

É possível cadastrar um ou mais agentes (grupos, coletivos, bandas, instituições, empresas, etc.), além de associar o seu perfil a eventos, participar de Editais e Seletivas, e de iniciativas independentes em espaços e programas culturais vinculados a Secultur.

A inscrição deve ser feita na internet (link para a inscrição: https://forms.gle/UWhJXYJtfc8ywx8p6).

“O Mapeamento Cultural e Artístico é um importante espaço de visibilidade para os produtores apresentarem os seus projetos para a Secultur e parceiros, porque através dele teremos uma cartografia dos agentes culturais do nosso município, os quais poderão participar dos nossos editais, serem indicados para contratações, receberem capacitações e estarem integrados a uma rede engajada com o desenvolvimento do setor criativo”, completou Paulo Bernardes.

O Mapeamento é uma demanda do 1º Fórum de Cultura, fundamentada como a primeira Meta a ser atingida pelo Plano Municipal de Cultura de Birigui (PMC), instituído pela Lei Nº 6.080/2015.

A Secultur espera impactos positivos do Mapeamento: fluxo de informações abrangente e dinamizado; alcance da produção local expandidos, com a inserção das informações na rede; embasamento para o desenvolvimento de projetos e ações de demanda real valorizado; articulação de redes setoriais estimuladas. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »